A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Agosto de 2017

05/11/2013 12:24

Juliana é empregada do povo, diz dirigente do PSC após nomeação de Chaves

Bruno Chaves e Kleber Clajus
Vereadora se declara independente e espera uma reunião com o partido (Foto: Cleber Gellio)Vereadora se declara independente e espera uma reunião com o partido (Foto: Cleber Gellio)

Os dirigentes do PSC negam que a vereadora Juliana Zorzo integre a base aliada do prefeito Alcides Bernal (PP), na Câmara Municipal, depois da nomeação de Pedro Chaves, presidente de honra do partido, para o cargo de secretário municipal de Governo.

“A Juliana é empregada do povo e não é obrigada a acompanhar a decisão de Pedro Chaves”, disse o presidente regional do partido, Wilson Joaquim Silva.

O dirigente regional ainda ressaltou que Pedro Chaves aceitou a pasta de Governo sem pedir a opinião da legenda. Mesmo assim, o PSC o liberou para integrar a base de secretário de Bernal.

“Mas a Juliana só passa para a base caso haja uma mudança radical do prefeito. Em política tudo é possível”, alertou.

Já o presidente municipal do PSC, José Roberto Gomes, afirmou que seria um equívoco acreditar que a vereadora seguiria os passos de Pedro Chaves.

“Eles estão em esferas diferentes: um no Executivo e outro no Legislativo. Não pode colocar todo mundo no mesmo barco”, opinou.

A vereadora, por sua vez, avisou que continua seguindo diretrizes do partido e que ainda aguarda uma conversa oficial com os dirigentes do PSC sobre essa questão.

Zorzo lembrou que continuará com a postura independente. Ela é suplente de Herculano Borges, nomeado pelo governador André Puccinelli (PMDB) para a Secretaria Estadual da Juventude.




Se o Herculano voltar, Zorzo vira suplente. O patrão tá de olho...
 
Aderval Rezende em 07/11/2013 02:16:14
Boa Márcia, mas na verdade todos se esqueceram disso. O único patrão que eles conseguem enxergar chama-se PMDB. Vc acha.. patrão povo... é muito pequeno...
 
Renata Silva em 05/11/2013 21:02:27
Engraçado.Bom seria que todos eles lembrassem que são empregados do povo, e não empregados de partidos.
 
Marcia França em 05/11/2013 13:37:47
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions