A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

26/10/2012 11:42

Legislativo deve investigar vídeo com suposta propina de Bernal

Da redação

O vídeo em que o deputado estadual e candidato a prefeito pelo PP, Alcides Bernal, aparece negociando suposta propina deve ser investigado por uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) instalada pela Câmara de Vereadores.

A perita em estudos linguísticos pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Carla Aparecida de Vasconcelos, confirmou, em laudo, ser de fato a voz do candidato que aparece no vídeo, recebendo R$ 200 mil por baixo da mesa e negociando a quantia de R$ 15 milhões para a campanha.

Outra frente de investigação deve ser aberta na Assembleia Legislativa. O deputado Marquinhos Trad fala em convocar o empresário (que Alcides Bernal não revela o nome) que, conforme a gravação do vídeo, estaria disposto a financiar a campanha do candidato do PP em “troca de parcerias” numa eventual administração do radialista em Campo Grande.

Alcides Bernal se intitula o candidato do tostão, mas faz campanha milionária”, diz o vereador Vanderlei Cabeludo, certo de que a denúncia é motivo para a cassação eleitoral e abertura de CPI, lembrando que o candidato do PP declarou à Justiça Eleitoral gastos de R$ 7 milhões. “Seu marqueteiro faz trabalho de luxo, com vídeo de alta definição e bem acabado. Isso tem um preço. Quero saber quanto custou de verdade sua campamnha e de onde vem o financiamento”.

O vereador considera estranha a conversa que Bernal teve no vídeo. “O vídeo fala em pedido de R$ 15 milhões e parceria. Mas que parceria deseja um empresário que investe tanta grana assim numa campanha eleitoral. Temo pela saúde de Campo Grande que Bernal vive criticando. Já pensou se o empresário buscar o retorno dessa grana no orçamento da saúde? Quantos hospitais, postos de saúde não dariam para construir? Quantos médicos não dariam para contratar? questiona o vereador relevando que já tem adesão de colegas na Câmara para o pedido da CPI.

Na Assembleia, Marquinhos Trad inicia movimento para identificar e convocar o empresário. “Ele (o candidato) só criticou, mas nunca foi vitrine. Como homem público, deve satisfação ao povo de Campo Grande. Ele tem a obrigação legal e o dever moral de revelar o nome do empresário que esteve com ele no Bar Franz Café tratando da suposta propina. Queremos saber quem é este empresário para convocá-lo a prestar depoimento na Assembleia e revelar toda a verdade.



vou dizer uma coisa e quero que prestem atenção: é possivel que o Bernal ganhe essa eleição, mas certamente, terá problemas com a justiça e terá uma administração conturbada, pq diante de tantas denuncias contra ele, verdadeiras ou não, a Polcia e a Justiça vão pra cima´, lembram o que aconteceu com o Artuzi em Dourados que não conseguiu explicar as denuncias, aquela cidade se atrasou e parou no tempo. Agora será a vez de CG.
 
luis de almeida em 27/10/2012 14:41:24
caros amigos no fim vira tudo em pizza
 
Elson F Sousa em 27/10/2012 08:15:44
VALDIR VILLA NOVA ... estou contigo!
 
Eduardo Matos em 27/10/2012 07:48:32
MEUS AMIGOS NIGUEM ESTA FALANDO DO VIDEO, E SIM DA VOZ DA CARMINHA, ACHO QUE ISSO NIGUEM PODE CONTESTAR, E SE FOI MONTAGEM, EU NÃO SEI, MAS FOI UNS DOS ATUAIS CUPINCHAS DA CARMINHA QUE ENVIOU O VIDEO, E MAIS OS SENHORES ACEITARIAM ALGUEM ABRIR A PORTA DA SUA CASA PARA DIVIDIR O QUE TEM LÁ...PENSE NISSO...VOTE GIROTO 15!!!
 
elvis rangel em 27/10/2012 07:28:07
Não há necessidade de esclarecer a procedência do vídeo,pois o povo sabe bem a origem...As pessoas precisam ser verdadeiras,honestas,dignas e buscar a vitória jogando limpo.
 
Dilamar A.Lopes em 27/10/2012 00:46:36
Não é necessário um perito para analisar o vídeo,pois quem é inteligente percebe de cara que é montagem.Uma pessoa instruída como o Bernal jamais cometeria tal ato em plena campanha e ainda mais em um local público.
 
Dilamar A.Lopes em 27/10/2012 00:33:33
tem certas pessoas que quer dar uma de cego e não quer ver o que o video mostra e tambem são surdo pois até o proprio que recebeu a propina ou doação voltou atras e disse ser sua voz ou seja o pior cego é o que não quer ver. Acorda campo grande vote 15 giroto prefeito
 
Rui Martins em 27/10/2012 00:13:45
ALCIDES BERNAL parece massa de pão,quanto mais batem,mais cresce, para desespero de seus oponentes.Por falar nisso deveriam suspender os pagamentos dos salarios do prefeito e do governador, pois o Giroto fez tudo sozinho. ho.ho.ho
 
vitor ricardo velho bernardinelli em 26/10/2012 21:02:12
concordo com você Paulo Ricardo Taveira , tambem acredito que é montagem da oposição!
 
gilberto silva em 26/10/2012 20:41:59
esses vereadores deveriam abrir cpi dessa concessao dada a empresa do lixo por 25 anos e do contrato milionario do transporte coletivo....
 
flavio augusto biancao lopes em 26/10/2012 20:00:06
Tem que punir quem montou o vídeo: é crime eleitoral.
 
Daniel Abrão em 26/10/2012 19:57:23
Priscila Moura, Tiago Ramos, Rafael Braga, e milhares de eleitores que amam nossa Cidade Morena, independente de qualquer maracutaia ou falcatrua, que estão sendo montadas, nós já sabemos quem é o melhor candidato para administrar esta Capital.
Nós não queremos mudar para pior, nossos votos serão do Giroto.
Com certeza, todos que amam esta Capital, votarão no Giroto, e seremos felizes.
 
VALDIR VILLA NOVA em 26/10/2012 15:01:37
Independente de ser montagem ou não, o vídeo existe e o encontro existiu. O próprio candidato do "tostão contra o milhão" assumiu ser sua a voz e que o encontro existiu. Pois bem, o que levaria o tal empresário a filmar o encontro por debaixo da mesa, sem consentimento do candidato??? Seria uma forma de se resguardar?? O fato é que deve sim ser investigado! A população de Campo Grande não merece ser enganada. Que a verdade seja dita, ou vamos ficar a mercê deles durante os próximos 4 anos!!!
 
Priscila Moura em 26/10/2012 14:05:03
Sinceramente senhores racionais... O candidato do PP negou que era ele... Após perícia constatando, comprovando que a voz era dele, resolveu assumir... Ele então é suspeito sim e tem que ser investigado... Ou vamos pela loucura virar as costas e depois de anos de prejuízo vê-los sendo sentenciados como o mensalão... Façam a escolha certa agora... Parar Campo Grande por revoltas sem sentido!!! Campo Grande é referência de crescimento, perfeição não existe... A cidade é de todos e ainda tem gente que critica e joga lixo no chão... Agora é adiante ou queda no precipício... Eu voto Giroto... Amo Campo Grande e vou tentar salvá-la... Pense e venham cuidar da nossa Morena.
 
Tiago Ramos em 26/10/2012 13:23:55
Qualquer pessoa em sã consciência e com uma boa audição consegue perceber a diferente do (lugar em que acontece a fala) de um para o outro, Bernal fala (ruidos), empresário fala (vacuo)! Enfim, montagem facilmente detectada.
 
Lucas de Abreu em 26/10/2012 12:26:42
A resposta a essas armações grotescas será dada domingo.... Aguardem e verão!
 
Rafael Braga em 26/10/2012 12:26:31
Querem descobrir se o video é verdadeiro ou não? É fácil: Basta pegar R$ 200.000,00 em notas de R$ 100,00 e tentar levar pra qualquer lugar sem ninguém ver.
R$ 200.000,00 daria cerca de um maço de 20cm, pois seriam necessárias 2000 notas de R$ 100,00.
Até parece que se ele quisesse fazer isso ele iria em um Bar, sentar numa mesa, e pegar R$ 200.000,00 em Dinheiro por baixo de uma mesa. Onde ele iria colocar esse Dinheiro ??
Faça me o favor né. Porque não pegam as câmeras do local e verificam ??? Um Bar desse porte com certeza tem sistema de Segurança.
 
Paulo Ricardo Taveira em 26/10/2012 12:16:06
segundo o prefeito disse esse caso é caso de polícia!
 
André Lima em 26/10/2012 12:14:59
REALMENTE CAROS DEPUTADOS TEM QUE VERIFICAR SIM ESTE VIDEO, MAS UMA COISA E CERTA, QUALQUER CRIANÇA CONSEGUE FAZER ESTA MONTAGEM.
 
fabio de melo em 26/10/2012 12:07:07
E quanto aos Laudos emitidos por dois institutos de perícias, diga-se de passagem mais renomados que essa fonoaudióloga, comprovando a manipulação do vídeo.
 
Edgar Acosta Camilo em 26/10/2012 12:04:50
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions