A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

11/09/2014 19:38

Lula diz que PT incluiu “pobres no orçamento” e critica denuncismo

Lidiane Kober e Ludyney Moura
Lula reúne milhares de pessoas  no bairro Copavilla II. (Foto: Victor Marcelo) Lula reúne milhares de pessoas no bairro Copavilla II. (Foto: Victor Marcelo)

Em comício de cerca de 40 minutos na praça do Bairro Coophavila II, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva destacou, nesta quinta-feira (11), as conquistas dos quase 12 anos do PT no comando do Brasil e criticou adversários que, segundo ele, “não sabem fazer outra coisa a não ser denúncias em véspera de eleição”.

A estrela petista começou o discurso lembrando do dia em que o vereador Zeca do PT levou o senador Delcídio do Amaral, hoje candidato do partido ao Governo do Estado, para filiá-lo na legenda.

Depois, fez questão de justificar a fala rápida, necessária para cumprir compromissos de campanha. Principal cabo eleitoral da presidente Dilma Rousseff (PT), Lula acordou Belém (PA), passou por Manaus (AM), chegou em Campo Grande e dormirá em São Paulo, onde passará a sexta-feira (12) gravando propaganda política.

Depois, o ex-presidente se concentrou em destacar os avanços, principalmente, no setor de educação, por meio de programas como o Prouni (Programa Universidade para Todos) e o Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego). “Nós colocamos os pobres no orçamento e hoje eles estão até viajando de avião”, disse, arrancando aplausos.

Por isso, ele apelou para todos propagarem os avanços. “Nós, que temos mais de 30 anos, temos obrigação de mostrar para um jovem de 18, 16 anos as conquistas que chegamos com o nosso governo”, comentou.

Ele ainda demostrou confiança na eleição de Delcídio ao governo. “Já venci e perdi e muitas eleições e, pelo clima que vi na carreata, se prepara Delcídio, porque você é o próximo governador”, afirmou.

Pouco antes, Delcídio destacou que essa foi a terceira vez, nos últimos nove meses, que Lula veio ao Estado. “Ele foi quem mais ajudou a desenvolver Mato Grosso do Sul economicamente e socialmente”, avaliou.

Na sequência pediu votos e apoio. “Vamos para a rua mostrar que o Lula a Dilma fizeram e estão fazendo pelo Estado, com investimentos que ajudam Mato Grosso do Sul a crescer e a se tornar um Estado de oportunidades”, disse Delcídio.

Candidato ao Senado na chapa do PT, Ricardo Ayache ressaltou que “todos nós queremos um Brasil e um Mato Grosso do Sul desenvolvido, que olhe para as pessoas e que ampare os mais pobres, assentados, indígenas e aqueles que mais precisam da mão estendida do Estado”.

Segundo o comandante Jonildo, do BPTran (Batalhão de Polícia Militar de Trânsito), o comício reuniu 1,5 mil pessoas. A assessoria do PT, por sua vez, calculou a presença de 5 mil.



Ontem (11/09) em Campo Grande/MS Lula mentiu mais uma vez durante um comício:
- dizendo que "os adversários fazem denúncia" de corrupção da Petrobras. Foram a revista Veja e o Paulo Roberto Costa na delação premiada;
- pediu votos para Delcídio e Ricardo Ayache para “recuperarmos a dignidade do povo que um dia votou no Zeca" Cruz credo! Dignidade no Governo do Zeca do PT? Tá de brincadeira.
- pediu voto para Dilma e, cinicamente disparou para a plateia petista: "para esse País não voltar à desgraceira de antes". Tá completamente louco.
Agora, com as denúncias, Lula e Dilma responderão pelo crime de "corrupção ativa, formação de quadrilha, lavagem de dinheiro, peculato, estelionato eleitoral e evasão de divisas, devendo devolver aos cofres públicos o montante incluído indevidamente nos seus patrimônios", caso o STF julgue e os condenem aceitando as denúncias como no caso do Mensalão e, assim, farão companhia ao José Dirceu e José Genoíno.
Dilma ainda tem a chance de renunciar sua candidatura a reeleição senão, caso seja reeleita, será afastada do cargo e conduzida diretamente para a Papuda.
 
cecilio aranda em 12/09/2014 09:55:39
toda a coligação partidária do MS estava no evento. Atrapalharam bastante o transito desta região. Tanto carro adesivado de cima a abaixo passando com tropa. Tres horas de disperdicio para fazer barulho e 40 minutos de abobrinha prometendo creches que nunca fez em 12 anos e ainda achando que o povo é besta.
 
Antonio Carlos em 12/09/2014 08:15:42
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions