A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

03/05/2013 13:29

MD aposta na atração de lideranças políticas de outras siglas no Estado

Jéssica Benitez

Mal foi criado e o partido Mobilização Democrática, fruto da fusão entre o PPS e o PMN, já começou a conquistar vereadores de outras siglas e lideranças políticas. Conforme adiantou o presidente do MD, ex-vereador Athayde Nery, vários parlamentares do interior do Estado manifestaram interesse em investir na legenda estreante.

Ele não revelou nomes, mas adiantou que a maioria é de Ponta Porã, onde o prefeito, Ludimar Novaes, pertence ao MD. Em Campo Grande ainda não houve este tipo de sinalização.

“Não posso dizer quem são eles porque nossa intenção é preservá-los para que não saiam dos partidos com briga jurídica”, disse. O maior problema, segundo Athayde, está relacionado aos políticos que vão para o MD, mas estão com mandato em andamento.

“Esses tem que estar em sintonia com a direção dos partidos que pretendem sair”, explicou. O ex-vereador ainda não está no comando da sigla oficialmente, a formação do Diretório Estadual ocorreria amanhã, mas foi adiado para o próximo dia 11, justamente por conta dos interessados em integrar o MD. “Queremos esperar para que todos possam participar”, justificou.

Time desfalcado – Em relação à desfiliação da então presidente regional do PMN, Ritva Vieira, Athayde disse que foi pego de surpresa. “Ela estava fazendo um bom trabalho a frente do partido. Eu cheguei a ligar e marcar reunião com ela, mas quando cheguei lá era o Máximo que estava no lugar”, contou.

Ao Campo Grande News, Ritva, que atualmente preside a Agereg (Agência Municipal de Regulação dos Serviços Públicos Delegados), disse que decidiu sair do partido antes de a fusão ocorrer e já não estava contente com o partido, apesar de estar no comando da sigla desde julho do ano passado.

A saída, oficializada no dia 23 de março, foi impulsionada pelo convite de integrar o Partido Progressista, feito pelo prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP) à Ritva.

Na época o empresário Máximo Brasil assumiu a direção do PMN e agora está cotado para fazer parte do Diretório Regional ao lado de Athayde e da vereadora Luiza Ribeiro. Os três também fazem parte da Executiva Nacional do MD.

Criação - O Mobilização Democrática nasceu dia 17 de abril deste ano. Nas eleições o número que representará o partido será o “33” utilizado, até fim de sua existência, pelo PMN. A ideia inicial era que o PHS também entrasse na fusão.

Presidente de Agência de Regulação não adere à Mobilização Democrática
A presidente da Agereg (Agência Municipal de Regulação dos Serviços Públicos Delegados), Ritva Cecília Queiroz Garcia Vieira, não vai integrar o novo...
Tribunal marca julgamento da apelação de Lula para janeiro de 2018
O Tribunal Regional Federal (TRF) da 4ª Região, sediado em Porto Alegre, marcou para 24 de janeiro de 2018 o julgamento da apelação do ex-presidente ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions