ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, QUARTA  21    CAMPO GRANDE 23º

Política

MDB quer chapa com Tânia Garib como vice de Junior Mochi

Definição ainda depende de reunião marcada para às 15h. O atual vice na chapa do MDB, Sérgio Harfouche, seria indicado para disputar o Senado

Danielle Valentim e Leonardo Rocha | 14/08/2018 12:03
MDB quer Mochi e Tânia Garib na disputa ao governo. (Foto: Divulgação)
MDB quer Mochi e Tânia Garib na disputa ao governo. (Foto: Divulgação)

A definição final da chapa do MDB para a disputa ao Governo em substituição à senadora Simone Tebet - primeiro nome indicado depois da prisão de André Puccinelli - depende de uma reunião às 15h, no diretório estadual.

Um novo desenho de chapa, porém, já se configura. Se depender da vontade dos líderes da legenda, o deputado Júnior Mochi, presidente da Assembleia Legislativa, será o candidato, com Tânia Garib, ex-secretária de assistência social,  como candidata a vice.

Nessa formação, o atual escolhido para a vice, Sérgio Harfouche (PSC), ocuparia a candidatura a uma das duas vagas ao Senado.  O novo plano do partido foi confirmado pelo deputado Márcio Fernandes (MDB), que relembra que Tânia Garib, nome apontado para ser vice, era titular da pasta na gestão do ex-governador André Puccinelli.

Márcio Fernandes pontua que antes de Simone desistir da candidatura, Harfouche aceitou ser vice. Porém, sem a senadora Simone Tebet, o quadro mudou totalmente.

As lideranças do MDB tinham marcado a reunião para às 11h, mas o encontro foi ser adiado, sob argumento de espera até a chegada dos senadores Waldemir Moka e Simone Tebet, que estão vindo de Brasília.

Aliados – Márcio Fernandes afirmou que assim que forem definidos os candidato ao governo, o partido entrará em contato com os aliados para tentar convencê-los as continuar na chapa.

Com a desistência de Simone os partidos ameaçaram deixar a coligação e migrar para outro candidato ou ter seu próprio nome ao governo. Os partidos foram o PHS, PR, PRTB, PRP, PTC e PSDC.

Nos siga no Google Notícias