A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 23 de Setembro de 2018

13/08/2018 17:42

Junior Mochi volta a ser alternativa do MDB para a candidatura ao governo

Partido também avalia a possibilidade de abrir espaço para o procurador licenciado Sérgio Harfouche (PSC)

Gabriel Neris
Nome do deputado estadual Junior Mochi ganha força novamente dentro do MDB (Foto: Marina Pacheco/Arquivo)Nome do deputado estadual Junior Mochi ganha força novamente dentro do MDB (Foto: Marina Pacheco/Arquivo)

O nome do presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, Junior Mochi, ganhou força nas últimas horas para a candidatura ao governo, depois da senadora Simone Tebet desistir da disputa. Simone havia sido anunciada duas semanas atrás para substituir o ex-governador André Puccinelli, preso desde 20 de julho.

De acordo com o presidente municipal do partido, Ulisses Rocha, a "única" opção estudada dentro do MDB é a de Mochi. “É a intenção do partido”.

Ulisses Rocha, que também é advogado, esteve hoje (13) no Centro de Triagem Anísio Teixeira para visitar o ex-governador André Puccinelli, presidente estadual do partido. A comitiva formada por cinco homens passou pouco menos de duas horas dentro da unidade.

O dirigente do partido também não descartou do procurador licenciado Sérgio Harfouche (PSC), que seria vice de Simone, como principal nome da chapa.

O nome de Mochi já havia sido ventilado após a prisão de Puccinelli no dia 20 de julho. Também foram presos André Puccinelli Junior e João Paulo Calves. As prisões foram decretadas pela 3ª Vara Federal de Campo Grande, atendendo solicitação do Ministério Público Federal e da Polícia Federal, que apontaram novos fatos envolvendo a Papiros de Lama. A apuração envolve o uso do Instituto Ícone para a suposta lavagem de dinheiro de propinas destinadas a agentes públicos da gestão estadual anterior.

Do presídio, Puccinelli indicou a senadora Simone Tebet, que prontamente atendeu o pedido. Porém, ontem a parlamentar desistiu da candidatura e apontou "ordem pessoal" para deixar a disputa. Em carta destinada aos integrantes do MDB, Simone indicou o nome de Harfouche para substitui-la.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions