A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

17/03/2014 09:53

Mochi diz que é maior a chance de Puccinelli ser candidato ao Senado

Kleber Clajus e Leonardo Rocha
Governador pode ter mudado de ideia sobre Senado, analisa líder regional do PMDB (Foto: Cleber Gellio / Arquivo)Governador pode ter mudado de ideia sobre Senado, analisa líder regional do PMDB (Foto: Cleber Gellio / Arquivo)

O governador André Puccinelli (PMDB) voltou dos Estados Unidos mais propenso a renunciar ao cargo para disputar a vaga de senador nas eleições deste ano. A informação é do presidente regional do PMDB, deputado estadual Junior Mochi, que participou da solenidade de lançamento do Hospital da Cassems (Caixa de Assistência dos Servidores de Mato Grosso do Sul). O PMDB deve bater o martelo sobre o lançamento da candidatura do chefe do Executivo no dia 27 deste mês. 

Mochi e Puccinelli viajaram para Nova Iorque, nos Estados Unidos, e participaram, durante cinco dias, da Exposição “Mato Grosso do Sul Visto pelo Mundo”.

“Depois da viagem de Nova Iorque, acredito que o governador seja candidato ao Senado. Conversei bastante com ele durante a viagem e hoje ele admite essa possibilidade. Até o dia 27 será anunciada a definição”, ressaltou Mochi, que entende haver hoje “uma situação diferente” quanto ao lançamento da candidatura.

Com relação ao fato da vice-governadora Simote Tebet já ter sido escolhida para a corrida ao Senado, Mochi ressalta como cenário ideal que “ela tem que ficar na governadoria e não sair como suplente do André”.

Por meses o governador negou a possibilidade de ser o candidato do PMDB ao Senado, mas a pressão do partido pode estar surtindo efeito.

Uma das primeiras vezes que sinalizou candidatura foi em fevereiro, durante visita do presidente nacional do Solidariedade, Paulinho da Força. Na ocasião, disse que só sua “família e a população” poderiam o fazer mudar de ideia.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions