A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

13/05/2015 15:13

Moradores reclamam de sujeira e falta de segurança em sessão comunitária

Juliana Brum
Lateral do prédio abandonado da Associação de moradores está repleta de lixoLateral do prédio abandonado da Associação de moradores está repleta de lixo

Pela primeira vez no Bairro Taveirópolis lideranças e comunidade do bairro participaram de uma sessão comunitária realizada pelos vereadores da Capital, nesta manhã (13). A sessão aconteceu na quadra da Escola Municipal Antônio Pinto Pereira e reuniu lideranças, moradores e alunos. As principais reclamações apresentadas foram sobre a falta da segurança pública que vem assustando os alunos, a falta de iluminação pública e limpeza dos terrenos.

O estudante Thiago de Santana ressaltou que caiu o número de alunos da noite escola, devido a falta de segurança no local. Porque sem guardas municipais no estabelecimento e policiais militares na redondeza, o número de assaltos é frequente na porta da instituição.

"Sempre procuramos sair em dupla ou mais alunos, porque os assaltos são frequentes. Muitos pais preferem buscar os filhos na quadra da escola, devido o medo da violência" disse Thiago.

Nilza Ribeiro de Moraes, moradora há mais de 50 anos no bairro, afirmou que acredita que seja um divisor de águas, à favor da comunidade, a sessão. Ela reclamou da sujeira e do abandono nos terrenos baldios na região.

Destacou a sujeira na quadra, que fica atrás da escola, e mostrou o prédio abandonado da Associação de Moradores do bairro. O local precisa com urgência da limpeza e reforma. Segundo a moradora, este é um sonho antigo da comunidade.

O vereador Chiquinho Telles (PSD) falou sobre o pedido de limpeza na redondeza da Associação de Moradores feito pela Nilza Ribeiro. Ele disse que entrou em contato com Valtemir Brito, titular da Seintrah (Secretaria Municipal de Infraestrutura, Habitação, Transporte e Trânsito) e ele garantiu a limpeza para esta semana.

A diretora da escola, Cleide de Moraes, pediu a troca do nome da rua em que o colégio se encontra, porque no Bairro Tiradentes há uma rua com o mesmo nome: Rua Antônio Pinto da Silva. Segundo ela, nas ferramentas de pesquisa na internet, a via aprece como Vacaria. "Esta duplicidade causa transtorno quando há concursos ou outros eventos na escola, porque confunde os alunos," contou Cleide. Ela destacou também o problema da falta de iluminação pública.

O vereador Marcos Alex (PT) afirmou que os vereadores estarão atentos para que as reivindicações sejam atendidas e ressaltou que pedirão guardas municipais para o bairro.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions