A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 20 de Julho de 2018

26/06/2018 09:15

MP cobra e prefeitura vai retirar nome de ex-governador de área tombada

Houve erro ao nomear área que já tinha nomenclatura há três anos

Kleber Clajus
Mudança proposta visa evitar eventual dano ao patrimônio histórico e cultural. (Foto: Arquivo/Campo Grande News)Mudança proposta visa evitar "eventual dano ao patrimônio histórico e cultural". (Foto: Arquivo/Campo Grande News)

O MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) cobrou a Prefeitura de Campo Grande para corrigir falha em lei que nomeou, no ano passado, a Esplanada da Estação Ferroviária com o nome do ex-governador Pedro Pedrossian, morto em agosto. Tombado há três anos, o local já possuia nomenclatura própria e a confusão resultou em inquérito civil.

Em projeto encaminhado aos vereadores, o prefeito Marquinhos Trad (PSD) esclarece que a revogação se faz necessária para "evitar eventual dano ao patrimônio histórico e cultural, com impacto na percepção e na memória coletiva". Medida assim atende a recomendação da 26ª Promotoria de Justiça de Defesa do Meio Ambiente da Capital.

Na prática, o ato de tombamento há mais de três anos fixou a nomenclatura de "Complexo Ferroviário Histórico e Urbanístico da Estrada de Ferro Noroeste do Brasil". A designação, contudo, existe há nove anos, mas não foi considerada na homenagem ao ex-governador.

Chiquinho Telles (PSD), autor do projeto no Legislativo, justificou a medida no ano passado diante da existência de referências a Pedrossian que relembrariam seus familiares e não o “grande construtor e pensador de Mato Grosso do Sul”. Já diante da revogação, o líder do prefeito disse que ia se informar melhor sobre o tema pautado nesta terça-feira (26). 

Patrimônio - Tombado há três anos pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), o complexo ferroviário de Campo Grande possui 22,3 hectares e 135 edifícios em alvenaria e madeira, que não podem ser alterados sem autorização.

Dentre os imóveis, estão as casas dos operários, dos funcionários intermediários e dos graduados, além da estação, construída a partir de 1914, com ampliações em 1924 e 1930.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions