A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 19 de Setembro de 2019

25/08/2009 07:26

MS é considerado "perdido" para aliança entre PT e PMDB

Redação

Mato Grosso do Sul é tido como um dos quatro Estados onde a aliança entre PT e PMDB é considerada "perdida". A lista ainda é formada por Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Pernambuco. Conforme a Folha Online, o presidente Lula se reuniu ontem com PT e PMDB para discutir as alianças para a eleição do ano que vem.

Os dois partidos identificaram seis Estados onde deve ser "muito difícil" um acordo entre PT e PMDB. Em São Paulo e na Bahia, o cenário é tido como um pouco melhor. Nos seis Estados, o objetivo é "trabalhar para não ter troca de tiro", na descrição de um dos presentes ao encontro.

Participaram da reunião com Lula o presidente do PT, Ricardo Berzoini, o presidente interino do PMDB, Michel Temer, o líder do PT na Câmara, Cândido Vaccarezza (SP), e o líder do governo, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN). O encontro foi ontem à tarde, na sede da Presidência, em São Paulo.

Onde não houver acordo, a ordem é tentar garantir que os dois palanques estejam à disposição de Dilma Rousseff (PT), a candidata escolhida por Lula.

Em Mato Grosso do Sul, PT e PMDB são adversários históricos.

Candidato à reeleição, o governador André Puccinelli (PMDB) chegou a propor "casamento político" à Dilma Roussef, mas os petistas dos Estados são favoráveis à candidatura própria. Pelo PT, o candidato é o ex-governador Zeca.

A hipótese de Dilma ter dois palanques já foi refutada por Puccinelli.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions