A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

01/10/2012 16:55

Na última semana, candidatos focam debate de olho nos indecisos

Fabiano Arruda
Candidato do PMDB, Edson Giroto, já participou de reuniões nesta segunda como preparação para o debate. (Foto: Minamar Junior)Candidato do PMDB, Edson Giroto, já participou de reuniões nesta segunda como preparação para o debate. (Foto: Minamar Junior)

Os candidatos à Prefeitura de Campo Grande enxergam o último debate antes da votação do primeiro turno, marcado para quinta-feira, como a  última “cartada” para atrair os eleitores indecisos.

O evento, realizado pela TV Morena, afiliada da Rede Globo, toma boa parte da agenda dos quatro melhores ranqueados nas pesquisas de intenção de voto, divulgadas até agora.

O candidato do PMDB, Edson Giroto, participou de encontros nesta segunda-feira com assessores e técnicos de sua campanha como preparação.

Vander Loubet, do PT, afirmou que o embate de propostas é fundamental para a disputa, visto que considera “grande” o número de indecisos.

Alcides Bernal, do PP, disse estar muito tranquilo. “Vamos apresentar números e propostas e mostrar que conhecemos muito da administração de Campo Grande”.

A coordenação da campanha de Reinaldo Azambuja (PSDB) assegurou que o tucano fará reuniões com as equipes de marketing, imprensa e coordenadores, ao longo da semana, a fim de estudar as regras do debate, além de analisar a formulação de perguntas e atualização de dados como saúde, transporte e educação.

Alcides Bernal, do PP, quer mostrar conhecimento da administração de Campo Grande.Alcides Bernal, do PP, quer mostrar conhecimento da administração de Campo Grande.

Corpo a corpo - Além do debate, os candidatos informaram que não vão abrir mão do contato com os eleitores nesta reta final.

“Temos andado muito, com os pés no chão, lado a lado com a nossa gente e assim também será a nossa administração”, afirmou Giroto, que mantém cerca de 20 compromissos ao dia.

Já Bernal defende a importância de manter o ritmo das reuniões. “Estamos recebendo muito apoio da população e vamos seguir nos defendendo das ofensas apócrifas que estamos recebendo”, criticou.

Vander prega ser necessário intensificar o corpo a corpo com o eleitor. “Seguimos dentro da nossa estratégia, que é fechar a votação entre 20 e 25% e estar no segundo turno”.

E Azambuja afirma que vai manter as caminhadas nos bairros e reuniões, além das gravações para os últimos programas do horário eleitoral gratuito.



Será exibido após Gabriela, péssimo horário e dia, para quem precisa acordar cedo já num vai assistir, ou será tática?
 
Andréa Moura em 01/10/2012 19:14:16
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions