A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

28/11/2013 19:24

Obra da Júlio de Castilho “nem deveria ter começado", diz secretário

Zemil Rocha e Kleber Clajus
Um dos graves problemas da nova Júlio de Castilho é a dificuldade de conversões (Foto: arquivo)Um dos graves problemas da nova Júlio de Castilho é a dificuldade de conversões (Foto: arquivo)

Durante prestação de contas à Comissão de Obras da Câmara de Campo Grande, hoje, o secretário municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação, Semy Ferraz, criticou a realização da obra da Av. Júlio de Castilho, iniciada na gestão de Nelsinho Trad (PMDB) e até hoje sem conclusão definitiva, já que falta implantação de sinalização vertical, horizontal e implantação efetiva de alguns semáforos. Além disso, quem trafega pela via sofre com a dificuldade de conversão em direção aos vários bairros que existem na extensão da longa avenida.

“Era uma obra que nem deveria ter sido iniciada e que apresentou muitas falhas no projeto”, afirmou Semy Ferraz, sem dar maiores detalhes, respondendo ponderações e questionamentos anteriormente feito por vereadores e moradores de bairros e vilas da Capital que participaram da reunião na sede da Câmara

A Avenida Júlio de Castilho recebeu investimento de R$ 18,3 milhões, 95% do Pró-Transporte, do Ministério das Cidades e o restante da Prefeitura de Campo Grande. A solução dada para a via se assemelha à da Av. Eduardo Elias Zahran, só que nesta as aberturas para conversões foram muito melhor planejadas pela engenharia de trânsito.

Há dois meses, durante reunião com empresários da Júlio de Castilhos, a presidente da Agetran, Kátia Maria de Moraes, chegou a culpar a Câmara por não haver conclusão da sinalização da via. Segundo ela, a liberação do do dinheiro, cerca de R$ 700 mil, estaria dependendo da aprovação do pedido de suplementação orçamentária que estava na Câmara de Campo Grande, o que já aconteceu, mas até hoje os problemas continuam.

 

 

 



Amigo Alexandre eu te respondo quando é que o prefeito e o teu secretariado irão começar de fato realizar algo. Vai ser quando os vereadores permitir.
 
Ito Malta em 29/11/2013 11:22:09
eu quero ver uma obra mais mal feito do que esta julho de castilho eu acho que o engenheiro só visualizou os carros andando e na linha reta ainda ....na altura do super mercado legal o pedestre que quiser atravessar ele tem que ser equilibrista em cima dos morro de gramas porque se não cai.., em baixo dos carros , o oníbus um verdadeiro horror em ´hórario de picos, pior ainda o povo fica igual pássaro em cima do fio e chega ser piada pede p/ o bernal ir lá p/ atravessar av. e ficar 10 minutos em cima do monte de grama p/ atravessar o andar dois quadra para atravessar !!!!! e um nojo !!!
 
cicera maria em 29/11/2013 10:04:30
Há aproximadamente 2 meses , comentei sobre a retirada do semáforo,que existia na Júlio de Castilho com a Otávio Mangabeira,e que até hoje não foi colocado nenhum tipo de sinalização no local que possibilite o acesso àquela avenida, senhor Prefeito, senhores secretários tentem sair do Panamá naquele local a qualquer hora , e depois concluam quão incompetente, foi ou foram os responsáveis ou irresponsáveis pela retirada do dito semáforo.E cá entre nós :Lá se vão 11 meses .....chega de reclamar e vamos trabalhar!!!!
 
Luiz Carlos Cunha em 29/11/2013 09:24:42
Sempre tive certeza absoluta que o Sr. Bernal é um prefeito incompetente e seu secretariado é composto por pessoas tão incompetentes quanto ele.
Esse Semy Ferraz além de incompetente é um politico frustrado que sempre foi rejeitado pelo seu partido (PT)!
 
LUCIANO JOAQUIM em 29/11/2013 09:14:42
É uma vergonha o atual " PREFEITO" ficar "PIXANDO" as obras inacabadas do governo anterior, inacabadas por vencimento de mandato e não por falta de vontade. Deveria ter uma lei que obrigasse o governo eleito, a terminar as obras começadas no governo anterior. Só assim acabaria com essa "PICUINHA POLITICA"
 
Ricardo Avila Lopes em 29/11/2013 09:11:00
Sou morador da região, realmente o acesso para vilas adjacentes é complicado, são poucas passagens; Havia umas passagens estreitas em algumas esquinas, a atual administração fechou todas. Pergunto e acessibilidade dos deficientes. Outro dia um cadeirante que precisava atravessar a avenida, teve que ser carregado para passar por cima do canteiro. Falta planejamento, mas tá em tempo, ainda não foi inaugurado.
 
Milton Romanini em 29/11/2013 07:55:27
Me pergunto, quando é que o atual prefeito e seus secretários , irão começar de fato a realizar algo? porque todos os passos que são dados são para criticar a gestão anterior, até o momento só houveram promessas vazias e criticas. Bernal, se não vc não dá conta! sai fora, porque o povo de campo grande já cansou da mesma desculpinha, de que a culpa é do Nelsinho
 
Alexandre Yuzo em 29/11/2013 07:20:24
Senhor Secretário...Infelizmente não tem como desmanchar e voltar a Julio de Castilhos como era antes, ou seja "um caos". Portanto cabe ao senhor e ao digníssimo prefeito de Campo Grande, completarem a obra e pararem de ficar dando desculpas. Como sou campo-grandense, sugiro que caso a vossa Secretaria não tenha técnicos para efetuarem um estudo detalhado da obra para adequação e reparo das falhas, que faça um "contrato de emergência", com qualquer aluno de engenharia ou arquitetura e urbanisno. Estágio é mais baratinho e tem um efeito importantíssimo.
 
Antonio Edson Pereira em 28/11/2013 21:51:52
Esses vereadores deveriam trabalhar de verdade, ao invés de ficar obstruindo as melhorias da cidade, Afinal recebem um auto salario, pra nada!!!
 
Adriano jacob em 28/11/2013 21:05:17
Verdade que ele diz se estive se so recapeado estaria nota dez, agora ta uma b...,ainda tem gente que defende antigo governo municipal uma mercadoria horrível
 
Sergio Lima em 28/11/2013 20:48:16
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions