A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

01/03/2015 15:47

Olarte prevê início de obras na Ernesto Geisel em maio

Kleber Clajus
Licitação de seis lotes pode ocorrer nesta semana e empresas terão 18 meses para concluir as obras (Foto: Marcelo Calazans / Arquivo)Licitação de seis lotes pode ocorrer nesta semana e empresas terão 18 meses para concluir as obras (Foto: Marcelo Calazans / Arquivo)

Obras de revitalização da Avenida Ernesto Geisel podem ser iniciadas a partir de maio, em Campo Grande. A previsão é do prefeito Gilmar Olarte (PP) que anunciou, neste domingo (1º), lançamento da licitação de seis lotes de intervenções ainda nessa semana, além de ter apenas parte dos R$ 68,7 milhões para contenção de enchentes e criação de áreas de lazer nas margens do Rio Anhanduí.

“Na quinta-feira vai começar o processo licitatório, que dura em torno de 60 dias. O resto é conversa fiada. É nosso desejo começar as obras [em maio] e procurar fazer o trabalho o mais rápido possível, até porque as chuvas vão parar. Fizemos em lotes para não ficar tudo com uma empresa só”, disse Olarte, ao participar da 10ª Corrida da Paz.

Em 2012, o projeto chegou a ser licitado e iniciado durante a gestão de Nelsinho Trad (PMDB), porém empacou no ano seguinte com a posse do prefeito cassado Alcides Bernal (PP) e “desligamento” da construtora. Já na gestão de Olarte havia promessa de retomada da obra em outubro do ano passado, porém ela não se concretizou devido a ajustes de técnicos e de planilha orçamentária junto a Caixa Econômica Federal.

Durante o período, a obra passou de R$ 40 milhões para 68,7 milhões, sendo o valor repassado pela Caixa aos cofres municipais de R$ 42 milhões e o restante decorrente de contrapartida local.

Olarte admite que o recurso municipal não está disponível, mas que vai “executar o que temos porque senão o governo federal pode retirar e do restante corremos atrás”.

Concluído o processo licitatório, as empresas terão até 18 meses para finalizar os trabalhos que incluem: recapeamento das duas pistas da avenida com readequação de largura, recomposição das margens do rio com muros de contenção, construção de passarela, ampliação de vão da ponte na Rua Bom Sucesso, bem como instalação de áreas de convivência com quadras de esportes, pista de caminhada e ciclovia de 6,9 quilômetros.

Balanço - Olarte também pretende inserir a obra em balanço de um ano de gestão, iniciada após a cassação de Alcides Bernal no dia 13 de março de 2014.

Ele adiantou que no evento, previsto para 20 de março, espera apresentar em conjunto liberação de outro projeto de R$ 110 milhões do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) Mobilidade Urbana, ainda em processo de ajuste na Caixa.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions