A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 18 de Agosto de 2017

02/04/2014 18:57

Para Moka, pesou a determinação do André de fazer o melhor por MS

Josemil Arruda
Moka disse que não ficou surpreso com a decisão de Puccinelli (Foto: arquivo)Moka disse que não ficou surpreso com a decisão de Puccinelli (Foto: arquivo)

O senador Waldemir Moka (PMDB) disse esta tarde que não ficou surpreso com a decisão do governador André Puccinelli de não ser candidato ao Senado. “Não foi surpresa nenhuma a decisão. O que pesou foi a determinação do governador em concluir o governo dele e de terminar as obras”, declarou.

Segundo Moka, o estilo do governador André Puccinelli pesou na decisão de continuar até o final do mandato. Explica que André lança e acompanha todo o processo relativo às obras de sua gestão, do inicio ao fim de um projeto.

Há setores da sociedade, no entanto, que, na avaliação do senador peemedebista, questionam essa decisão de Puccinelli, por avaliarem que ele, como senador, prestaria “relevantes serviços ao Estado”.

Sobre o peso do governador na eleição deste ano, Moka disse que ainda tem dúvidas se ele terá mais ou menos influência na sucessão estadual do que se estive participando como candidato a senador. De qualquer forma, considera que o governador será importantíssimo “cabo eleitoral” na campanha de Nelsinho Trad e Simone Tebet, pré-candidatos ao governo estadual e ao Senado.

Coluna antecipou – A coluna do Jogo Aberto, do Campo Grande News, antecipou, apesar de não ter sido taxativa, a decisão do governador André Puccinelli de continuar no governo, ao lembrar que ele tem aversão a renúncia.

A exemplo da decisão desta quarta-feira (2), Puccinelli também não deixou a Prefeitura de Campo Grande para ser candidato a governador, embora estivesse bem nas pesquisas eleitorais.

 

 




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions