A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 17 de Julho de 2018

24/05/2013 20:07

Para prefeito, "CPI do Calote" é manobra para desviar foco da saúde

Nyelder Rodrigues e Jéssica Benitez

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), outra vez disparou contra a Câmara Municipal ao afirmar que a criação de uma “CPI do Calote” na Capital é uma manobra dos vereadores para desviar o foco das recentes denúncias de desvio de verbas na saúde pública.

De acordo com Bernal, é preciso se que os parlamentares do município se concentrem em esforços para elucidar os fatos ligados à saúde pública de Campo Grande, identificar os problemas e os causadores desses problemas, buscando soluções.

“A Câmara tem que se concentrar na CPI da Saúde, ver o que está acontecendo com o Hospital do Câncer, ver a questão do Hospital Universitário, ir para dentro da Santa Casa e ver porque uma dívida de R$ 30 milhões foi para mais de R$ 120 milhões”, discursou o prefeito.

Além disso, Bernal afirma o grande dilema atual da Capital é que alguns vereadores estão fazendo “politicagem”, e que a Câmara tem que cumprir com a função dela, que é a de trabalhar por Campo Grande, por um ambiente de respeito ao interesse público, sem colocar interesses pessoais ou de grupo políticos à frente.

“Tem que ver porque os medicamentos eram adquiridos por preços tão elevados, porque a saúde pública é esse caos que está aí tantos anos, porque dois médicos ao geriram a saúde pública permitiram que essa situação chegasse a esse ponto, e não exigir que um prefeito que está há cinco meses a solução para todos os problemas”, disparou Bernal.

Ele ainda acrescentou que ao invés de defender o interesse das pessoas que precisam de serviços de saúde de qualidade, os vereadores querem criar uma CPI que beneficiar apenas “prestador de serviço que quer dinheiro”.



Quando será que o Bernal vai começar a trabalhar e vai parar de colocar a culpa das cacas dele nós outros. Meu Deus eu achava que seria ruim a administração dele mais esta sendo pior do que eu imaginava. FORA BERNAL!!!!!!!!!!!!
 
Camila Fernanda Santos Luiz em 29/05/2013 16:48:51
Nesse trecho diz que o prestador de serviço quer dinheiro, o prefeito não tem razão, pois o dinheiro que o prestador de serviço quer é apenas o lhe é devido por direito e contrato, ele quer o dinheiro que lhe pertence para pagar as dividas da sua empresa, pagar funcionários e dar continuidade as sua atividades empresariais, ou será que o prefeito gostaria que lhe cortassem toda a sua receita por cinco meses? será que os funcionários da PMCG gostariam de ficar cinco meses sem receber seus salários? Isso é questão de justiça e não de politica.
 
pedro armando em 25/05/2013 12:45:25
Concordo plenamente com o prefeito. Sempre que aparece na mídia falcatruas das grandes, os denunciados citam outros casos para abafar aqueles, casos, onde estão envolvidos.
 
Carlos José em 24/05/2013 21:59:04
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions