A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Agosto de 2017

29/04/2014 18:50

Para “salvar” aliança com PSDB, Delcídio vai a Dilma; Reinaldo está pessimista

Josemil Arruda
Reinaldo disse que deverá procurar PPS, DEM e PSB para discutir alternativa.Reinaldo disse que deverá procurar PPS, DEM e PSB para discutir alternativa.

O pré-candidato a governador do PT, senador Delcídio do Amaral, vai conversar ainda hoje com a presidente da República, Dilma Roussef, para tentar obter “sinal verde” para aliança eleitoral com o PSDB em Mato Grosso do Sul. A informação é do deputado federal Reinaldo Azambuja, principal liderança tucana no Estado, que conversou hoje com Delcídio e confessou, em entrevista ao Campo Grande News, que vê dificuldade na coligação.

“Nas circunstâncias que estão hoje aqui em cima, acho muito difícil acontecer essa aliança. Há problemas tanto do PT quanto do PSDB”, revelou Reinaldo Azambuja no começo desta noite, em entrevista telefônica a partir de Brasília.

Questionado se a tendência é de ele ser candidato a governador pelo PSDB, o deputado tucano não deu uma resposta direta. “Se não puder ter o que estávamos construindo com o PT, vamos conversar com o PPS, DEM, PSB e demais partidos para buscar uma alternativa e ver se teremos um grupo para montar isso”, afirmou Azambuja. “Ninguém monta candidatura sozinho”, emendou.

Apesar dessa incerteza, Reinaldo Azambuja sabe que esse será o caminho inevitável, até porque o PSDB descarta possibilidade de aliança informal com o PT e também não pretender voltar aos braços do PMDB, antigo aliado. “Aliança informal, chapa branca não vamos fazer. Isso já dissemos várias vezes que não vai ter”, disse o parlamentar.

 




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions