A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

13/02/2014 14:25

Partidários do Solidariedade defendem André para o Senado em MS

Leonardo Rocha
Discursos pediram André ao Senado e Paulinho da Força como vice de Aécio (Foto: Marcos Ermínio)Discursos pediram André ao Senado e Paulinho da Força como vice de Aécio (Foto: Marcos Ermínio)

A convenção do partido SDD (Solidariedade), em Campo Grande, propôs que o governador André Puccinelli (PMDB) fosse candidato ao Senado e que o deputado Paulinho da Força (SDD), seja o vice do senador Aécio Neves (PSDB) na disputa pela Presidência da República.

“Estamos preparados para eleição no Estado, com o intuito de eleger deputados estaduais e federais e quem sabe ter o Paulinho da Força como candidato a vice presidente da república”, afirmou Alessandro Menezes, presidente regional do SDD.

Ele ainda citou o ex-dono da Rede Globo, Roberto Marinho, que construiu a emissora aos 64 anos, para pedir ao governador André Puccinelli (PMDB), que estava presente no local, que continue na política e seja o candidato ao senado.

O vereador de Sidrolândia, David Olindo (SDD), também ressaltou que Puccinelli precisa participar da eleição, para formar uma chapa forte do PMDB e de seus aliados.

“O homem que chega ao ponto que ele chegou, não tem mais poder sobre seu destino, sua ausência é o prejuízo dos que te seguem, pois é o mais sábio político do Estado”, afirmou ele.

O deputado Paulinho da Força também fez o seu pedido “especial” e citou a população para que Puccinelli concorresse ao senado.

“Existem governadores que gostaríamos que ficassem bem longe, mas no seu caso é diferente, sempre é citado como um dos melhores do país, não pode abandonar a população de MS, tem que ser senador da república”, destacou.

André se emocionou com os “pedidos” para continuar na política e ser candidato ao senado e apenas ponderou em seu discurso que é preciso “cumprir a palavra” e que existem bons valores no Estado que podem contribuir com a política.

Situação – O partido também apresentou nomes para concorrer ao legislativo, como o vereador Elizeu Dionísio (SDD) para deputado federal e o secretário da Juventude, Herculano Borges (SDD) como opção no legislativo estadual.

De acordo com a legenda, o SDD já é o 8° maior partido do país, com um senador, 24 deputados federais, 82 deputados estaduais, 204 prefeitos e 3.500 vereadores.

“São formados por sindicalistas, trabalhadores, representantes de segmentos sociais e políticos que estavam descontentes em suas legendas”, afirmou Paulinho da Força.

Além da participação de Puccinelli, o evento do SDD teve a presença dos deputados Junior Mochi (PMDB), Mara Caseiro (PT do B), além dos secretários estaduais Carlos Alberto Negreiros (Tecnologia e Planejamento) e Carlos Marun (Habitação).

Temer diz que adiamento da reforma da Previdência foi 'ótimo' para ganhar votos
O presidente Michel Temer procurou mostrar otimismo ao falar sobre a reforma da Previdência ao dar posse ao deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) c...
Diretor da PF entrega ao STF relatório de investigação sobre ministros
O diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia, entregou hoje (15) à ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), um re...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions