A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

19/10/2013 12:08

Pedido de cassação acusa Bernal de “ineficiência e “má-fé”; veja denúncia

Zemil Rocha
Bernal é acusado de ter fabricado emergência para contratar empresas amigas (Foto: Cleber Gellio)Bernal é acusado de ter "fabricado emergência" para contratar empresas amigas (Foto: Cleber Gellio)

A denúncia de dois ex-aliados e ex-dirigentes do Partido Progressista (PP), Luiz Pedro Gomes Guimarães e Raimundo Nonato de Carvalho, contra o prefeito Alcides Bernal, a fim de que ele seja cassado pela Câmara de Campo Grande, acusa o chefe do Executivo municipal de “ineficiência” e “má-fé”. O pedido de “impeachment” se baseia integralmente no relatório final da CPI do Calote.

Em 31 páginas, a denúncia contra Bernal tem por base legal o Art. 4º do Decreto-Lei 201/67, em seus incisos VII, VIII e X. A síntese das acusações pode ser constatada na seguinte frase presente na denúncia, que também faz parte dos documentos acostados pelo promotor Alexandre Capiberibe Saldanha na Ação de Improbidade em que pede afastamento do prefeito Alcides Bernal cargo: “Não bastasse a ineficiência do prefeito em antever algumas situações previsíveis, evitando-se, assim, a insistente descontinuidade da prestação de serviços públicos desta Capital, com a instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito da Inadimplência surgiram fatos concretos que demonstram a má-fé do alcaide no trato da coisa pública, que caracterizam infrações político-administrativas, classificadas no Decreto-Lei n. 201/67”.

Ainda segundo a denúncia, desde o início do mandato, Bernal “vem perpetrando, em todas as áreas de atuação do município, inúmeros atos administrativos nocivos aos cidadãos e à economia campo-grandenses, demonstrando um inacreditável despreparo e uma intolerável ineficiência para o exercício do mandato que foi confiado”.

Fundamento da acusação de quebra de decoro, o capítulo “Da Emergência Fabricada” traz dados relevantes sobre a forma como o prefeito Alcides Bernal, segundo a acusação, prejudicou empresas que vinham prestando serviço para beneficiar a Salute Distribuidora de Alimentos Ltda, Jagás Com. de Gás Ltda e MegaServ. “O denunciado se utilizou, ardilosamente, de meios para fabricar situações emergenciais, valendo-se, para tanto, de omissão no pagamento a alguns fornecedores (inadimplência seletiva), resultando na descontinuidade dos serviços públicos, gerando artificialmente uma crise e forçando a contratação direta de empresas ‘apadrinhadas’ pelo mesmo”, diz um dos trechos.

Depois da aprovação da instalação da Comissão Processante, por 21 votos a oito, na Câmara de Campo Grande, a denúncia contra Bernal passa a ser examinada pelos três vereadores incumbidos de elaborar parecer favorável ou contrário à cassação. Essa denuncia será encaminhada, em cinco dias (até a próxima quarta-feira,23), ao prefeito, para que ele se defenda, no prazo de 10 dias. Depois disso devem ser convocadas testemunhas. Ao final, a Comissão Processante elaborará o relatório para ser votado pelos 29 vereadores. Dois terços aprovando, ou seja pelo menos 20 vereadores, Bernal é cassado.

Clique aqui para ver a íntegra da denúncia.

 



Olá Nery
Tem ego machucado sim mas o Bernal era so fazer as coisas certas q não teria porque ter retaliações então amigo ele fez tudo para estar ai sentado no banco dos réus como ele se encontra hj tem q fazer as coisas certa
 
ana maria em 20/10/2013 12:52:12
só por ineficiência ja deveria ter sido cassado, chega de políticos desse tipo!!
 
Caio Prado em 20/10/2013 09:51:03
E O BERNAL..............
GANHOU PARA PREFEITO DE CAMPO GRANDE E AGORA ELE QUE É DEUS
A ARROGANCIA DELE VAI DERRUBÁ-LO COMO PODE UM ADVOGADO FAZER TANTA BURRADA NESSES 10 MESES DE GOVERNO TEM Q SAIR MESMO JA PENSOU Q PODERIA FAZER EM MAIS 3 ANOS Q FALTA A CIDADE ESTA PARADA COMERCIANTES FECHANDO AS PORTAS E NADA FUNCIONA NO MUNICIPIO NOSSA GENTE TAMBEM NAO SEI NEM SE VAI FUNCIONAR COM ESSE VICE DELE QUE NA CAMPANHA PRESTAVA E AGORA NAO PRESTA MAIS SE ELE FOR MAU ADMINISTRADO A CAMARA TA AI PARABENS PARA NOSSO VEREADORES QUE TAO CUMPRINDO COM O SEU DEVER PARABENS MESMO EM ESPECIAL PARA O CHOCOLATE .........
 
ana maria em 20/10/2013 09:31:20
Concordo integralmenten com a denuncia.
O prefeito conduz a prefeitura, como se fosse uma coisa pequena, como se ele fosse
o dono da prefeitura.
Totalmente despreparado. Mas se voce olhar para traz vai ver que desde o começo a coisa
já não se apresentava boa.
Nunca vi um depoimento de Bernal, mesmo durante a campanha, falando sobre
suas metas para Campo Grande.
O povo campograndense, eu incluido, nao queria o continuismo de Pucinelli, mas Bernal
foi um grande castigo.
 
REINALDO P SANDIM em 20/10/2013 02:01:32
Nossa, não sabia que com apenas 31 páginas se monta um pedido de “impeachment”... E as provas, estão nestas 31 páginas? Qualquer cidadão desta cidade posso ter acesso a esse pedido de 31 páginas?
 
REINALDO DE OLIVEIRA em 19/10/2013 20:33:15
Será realmente má fé ou ineficiência? não será retaliação?, não será egos machucados pela perda de poder?, durante quase 16 anos houve um comando, acreditava-se que haveria uma continuidade, não aconteceu. O atual governante está no poder a 10 meses contra os quase 16 anos de continuidade. O caos na SAÚDE por exemplo não é coisa de agora, não há nem tempo hábil para isso.
 
Nery Ribeiro em 19/10/2013 20:04:20
Fora Bernal, demorô ....vaza
 
Joao Filho em 19/10/2013 17:43:16
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions