A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Agosto de 2017

10/06/2014 08:21

PMDB de MS vai votar pela coligação de Dilma e Michel Temer, diz Carla

Helton Verão e Kleber Clajus
Os peemedebistas do Estado devem ir divididos para a convenção nacional do partido.Os peemedebistas do Estado devem ir divididos para a convenção nacional do partido.

O governador André Puccinelli e a cúpula do PMDB de Mato Grosso do Sul participam, hoje (10), em Brasília da convenção nacional do partido. O evento tem início às 9h, no Auditório Petrônio Portella do Senado Federal. A convocação foi realizada pelo presidente nacional do PMDB, Valdir Raupp. Em reunião na sexta-feira, o grupo decidiu votar a favor da coligação com o PT e pela indicação do candidato a vice-presidente, Michel Temer.

 

“Vamos votar a favor da coligação nacional. Pois apoiamos o vice-presidente, é um entendimento”, comentou a presidente municipal do PMDB, Carla Stephanini.

No entanto, ontem, alguns delegados afirmaram que vão defender o rompimento e não devem acompanhar a decisão. Parte dos delegados defendem o rompimento com o PT e o apoio ao pré-candidato da oposição e ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB). A expectativa, contudo, é de que a maioria acompanhe o governador André Puccinelli (PMDB) e vote pela manutenção da aliança e da dobradinha Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (PMDB).

Dos 510 membros do PMDB com direito a voto no país, 15 são de Mato Grosso do Sul. Alguns deles, como o governador e a bancada federal, votam duas vezes por serem delegados nacionais e regionais.

Além do governador, tem direito a voto durante a convenção o pré-candidato ao governo, Nelson Trad Filho, a vice-governadora e pré-candidata ao Senado, Simone Tebet, o senador Waldemir Moka, os deputados federais Geraldo Resende, Fábio Trad e Marçal Filho, além dos estaduais Junior Mochi, Carlos Marun, Eduardo Rocha e Marquinhos Trad.

Também compõe a equipe peemedebista quatro suplentes, sendo eles Vanderlei Cabeludo, Carla Sthepanini, Esacheu Nascimento, Jesus Alfredo Sulzer e Tânia Garib.

Câmara adia de novo votação da PEC que cria distritão e fundo eleitoral
Após várias tentativas de votação nesta terça-feira (22), a análise da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 77/03, que altera o sistema político-e...
Câmara aprova parcelamento de dívidas de Estados e municípios com o INSS
A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta terça-feira, 22, em plenário, a medida provisória 778/2017, que permite Estados e municípios parcelarem...



Logo se vê que o Nelsinho não tem voz nenhuma dentro do próprio partido... quem dirá para governar o MS!?
 
Guaraci Mendes em 10/06/2014 09:27:06
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions