A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

28/08/2012 18:45

Polêmica entre eleitores, cavaletes já motivaram 40 apreensões

Elverson Cardozo e Nicholas Vasconcelos
Cavaletes decoram cruzamento da avenida Costa e Silva com a Via Morena. (Foto: Simão Nogueira)Cavaletes "decoram" cruzamento da avenida Costa e Silva com a Via Morena. (Foto: Simão Nogueira)
Na Afonso Pena são posicionadas, diariamente, cerca de 150 placas. (Foto: Elverson Cardozo)Na Afonso Pena são posicionadas, diariamente, cerca de 150 placas. (Foto: Elverson Cardozo)

Não tem como dizer outra coisa: os cavaletes de propaganda já foram eleitos a coisa mais “chata” desta campanha, chegando até a provocar atos de vandalismo dos eleitores. É só andar pelas ruas para encontrar quem diga, rapidinho, que as propagandas só atrapalham e continuam nos canteiros mesmo depois do horário permitido.

Respondendo à indagação frequente do eleitor, se alguém fiscaliza, a Justiça Eleitoral informou que já recolheu 40 cavaletes flagrados fora do horário permitido ou atrapalhando o trânsito. De acordo com o juiz da 35° Zona Eleitoral, Flávio Saad Peron, o trabalho de fiscalização é feita em conjunto com a Agetran (Agência Municipal de Trânsito), PM (Polícia Militar) e também fiscais do TRE (Tribunal Regional Eleitoral).

A lei eleitoral permite que os cavaletes sejam colocados em canteiros e também em calçadas, desde que não atrapalhem quem passa por ali.

"Temos recebido reclamações de cavaletes que estão atrapalhando o trânsito, a visibilidade do motorista. Nesse caso, expedimos um ofício para a Agetran e se for comprava a irregularidade, o material é apreendido", explicou Peron.

O juiz lembra ainda que os equipamentos não podem atrapalhar o trânsito de veículos e pedestres, além de serem proibidos entre as 22h e as 6h.

A multa para os candidatos que instalarem cavaletes irregulares vai de R$ 2 mil a R$ 8 mil.

Nas ruas, os eleitores seguem reclamando e alguns preferem até agir. Na manhã de domingo (26), aniversário da cidade, várias placas foram encontradas com sinais de vandalismo em pelo menos três pontos da avenida Mato Grosso. As publicidades estavam danificadas, com nariz de palhaço e bigode nas figuras dos candidatos.

Mototaxista de um ponto localizado nas proximidades da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), Fabiano Luiz Guilherme, de 32 anos, diz, sem pestanejar, que não gostou desse tipo de divulgação porque, além de atrapalhar o trânsito, “estraga” visualmente a cidade.

“Pediram para tirar as propagandas do centro e aqui ninguém vê isso”, comentou, se referindo ao projeto Reviva Centro, da Prefeitura, que tem o objetivo de padronizar as fachadas das lojas e despoluir visualmente a Capital.

O amigo, também mototaxista, Aureo da Silva Duarte, de 22 anos, tem a mesma opinião. Garante que seria melhor receber em casa a visita dos candidatos do que ser obrigado a ver, todos os dias, a “cara” deles nas ruas. “Ta virando o Pantanal, apresentando os pássaros”, ironizou. “Cada dia coloca uma foto aí e ainda pedem para a gente cuidar”, acrescentou.

Paulo Roberto Paixão, de 50 anos, apóia a instalação dos cavaletes de propaganda. “Sem política a gente não vive, disse. (Foto: Simão Nogueira)Paulo Roberto Paixão, de 50 anos, apóia a instalação dos cavaletes de propaganda. “Sem política a gente não vive", disse. (Foto: Simão Nogueira)

Se definindo como um “eleitor comum que não entende muito de política”, Paulo Roberto Paixão, de 50 anos, apóia a instalação dos cavaletes de propaganda. “Sem política a gente não vive. Incomoda mais o carnaval e o som alto do que isso aí”, disse.

Morador de Campo Grande há 30 anos, o operador de máquinas Gilberto Matos Carvalho, de 46 anos, “não é a favor nem contra”, mas acredita que a propaganda está passando dos limites. “Se voltasse os santinhos seria melhor”, opinou.

Já a dona de casa Carolina da Silva, de 22 anos, foi enfática ao dizer que “os políticos só aparecem nesta época do ano” e que os cavaletes prejudicam a aparência da cidade. “Fica feio”, resume.

Mesmo assim, ela não é contra as propagandas. Diz, inclusive, que os cavaletes que “a gente encontra em todo o canto” ajudam na escolha dos representantes. É o que afirmou, com ressalvas, o estudante Luis Henrique Castilho Pereira, de 19 anos. “Acho interessante porque ajuda o pessoal que está por fora da política. É uma ideia para pesquisar”, declarou.

"Disque-cavalete"
PressaCoincidência ou não, depois da reportagem de ontem do Campo Grande News sobre a presença dos cavaletes de propaganda eleitoral nos canteiros fo...
Propaganda eleitoral em canteiros é permitida, explica Justiça Eleitoral
Leitor do Campo Grande News enviou dúvida sobre a instalação de cavaletes com propagandas de candidatos em avenidas de Campo Grande. O leitor flagro...


Além de todos esses abusos, soma-se o desrespeito quanto a distância mínima de 200 metros das escolas (UFMS) para a realização de propaganda eleitoral. Algumas das placas são colocadas muito próximas aos portões de entrada e saída do campi.
 
Ricardo Melo em 29/08/2012 11:59:58
ENTÃO EU POSSO COLOCAR CAVALETES COM PROPAGANDA DO MEU COMÉRCIO TAMBEM ?
 
Jaime Cerqueira em 29/08/2012 11:23:26
Na rotatória da Coca-Cola não tem jeito quando vai em direção ao mercado Atacadão e para se olhar a esquerda não tem visão nenhuma de motos que passam por lá, hoje meu esposo parou e perguntou aos amarelinhos se daria para tirar os cavaletes pois atrapalhavam ela respondeu que não somente a polícia sem especificar qual que tem essa autoridade, policiais iniciativa antes q aconteça tragédias.
 
Karin Dantas em 29/08/2012 10:46:18
Teve colocar na votação da população na enquete para ver quem aprova esses cavaletes no canteiro. So ai podemos fazer uma avaliação.
 
Aparecida Romeiro em 29/08/2012 10:36:31
É bom que o agetran dê uma passada pela rotatória perto da cóca-cola com carro pequeno ou móto,tem cavalete impedindo a visão de quem vai atravessar a rotatória, se ouver uma acidente quem vai ser responsabilizado?porque não colocam no meio do quarteirão todos aqueles cavaletes,retirando das curvas.
 
Lucas da Silva em 29/08/2012 10:14:27
A lei não permite propagandas políticas nos canteiros não pavimentados de avenidas.
.
O juíz se embasa no § 6 do art 37 da lei 9504/97 para permitir esta prática. Porém tanto o § 5 deste mesmo art/lei como a lei 12034/09 e o § 3 do art 10 da resolução 23370/2012 do STE, todos afirmam que é proibida qualquer propaganda política em jardins públicos.
.
E canteiro não pavimentado é jardim público.
 
VANDEILTON DIAS DOS SANTOS em 29/08/2012 09:52:44
Faço minha as palavras do Sr. Paulo Vieira Santana, tinha que voltar os Shomicios....gosto da Política, sem ela é impossível viver bem.
 
Irene R. Domingos Bianco em 29/08/2012 08:57:09
Por que a Prefeitura não aplica multa para os candidatos por "POLUIÇÃO VISUAL"?? Se fossem comerciantes, estariam todos multados!
 
clovis araujo em 29/08/2012 08:53:52
Isso faz lembrar o tempo em que os postes e viadutos ficavam impregnados desse tipo de lixo; e o pior, é que não só criou um cenário de péssimo visual, mas também está atrapalhando a visão nos cruzamentos, e se ocorrer algum acidente por conta disso, quem será o responsável?
 
Wanderley L Bambil em 29/08/2012 08:03:22
Nossos maravilhosos canteiros esta mais pra cemitério com essas placas.
 
Dyego Bittencourt em 29/08/2012 07:53:39
apreensões onde? na china? é só ir na av euler de azevedo (na rotatória com ernesto geisel) e entrada do bairro copasul, é 24 horas, e pior, prejudica a visão de quem sai do bairro copasul e na rotatoria da tamandaré também.
 
everton de castro em 29/08/2012 07:42:15
Não pode usar estes cavaletes em rotatórias dificultando a visão do motorista ou motociclista, muito menos aqueles que tem a altura de uma pessoa, como tem um vereador aí exagerando no tamanho. Já basta o spam que nos chega em nossa caixa de correio em casa.
 
Márcio Patrocinio em 29/08/2012 07:27:08
Completo absurdo, isso deveria ser proibido, completa poluição visual, enquanto prefeitura faz com que comerciantes gastem com reformas do estabelecimento na area central de Campo Grande visando uma harmonia visual os politicos a destroem com essas propagandas. Fotos ridiculas e frases que mais parece piada. Queria eu poder fazer minha propaganda nos canteiros da Afonso Pena. Voto Nulo neles
 
Christian Fernandes Nantes em 29/08/2012 07:12:08
Faz todo osentido a revolta das pessoas sobre o excesso de placas nas vias publicas, pois hoje temos mais de 500 candidatos a vereador ja pensou se todos fossem colocar placas , o quese transformaria campo Grande,ja esta horrivel com as que estão expostas nas vias publicas, sem falar que por enquanto essa atitude so previligia os que tem mais poder aquisitivo.
 
SEBASTIAO RONEI em 28/08/2012 10:29:42
GOSTO DE POLITICA TINHA QUE VOLTAR OS SHOWMICIO AS PALESTRA DOS CANDIDATOS COM O POVO DO JEITO QUE ESTA NOSSA DEMOCRACIA ESTA SE ACABANDO E QUEM PERDE SOMOS NOS
 
paulo vieira santana em 28/08/2012 10:28:08
É um absurdo a poluição visual causada por esses cavaletes. Área pública não deveria ser utilizada para propaganda política. O Ministério Público e a OAB deveriam se manifestar contra essa situação!
 
Diogo Nogueira em 28/08/2012 09:40:20
A permissão da legislação eleitoral para colocação de placas e cavaletes como meio de propaganda eleitoral TEM DE SER REVISTA IMEDIATAMENTE, pois ambas são meio que só dá privilégio aos candidatos com maior poder aquisitivo, e também em decorrência DE que torna a cidade poluida visualmente, além de provocar perigo iminente aos usuários de nosso caótico trânsito. Obrigado pelo espaço democrático.
 
beto gonçalves em 28/08/2012 09:38:02
Pra mim não faz o MENOR SENTIDO ter esse tipo de propaganda eleitoral!! Qual o objetivo com isso? Serve pra vc parar no trânsito e anotar o número do candidato mais bonito, da placa mais colorida?! Qual a função disso?! Só serve pra poluir a cidade e deixar todo mundo com mais raiva ainda de eleição!!
 
Pâmela Cardoso em 28/08/2012 09:36:15
Os candidatos promete honestidade no mandato e veem pedir voto cometendo irregularidade? Infringem duas leis(uma municipal e outra federal), atrapalham o trânsito e ainda por cima deixam a nossa cidade feia e depois vem me falar que vai ser honesto?
 
Luiz Augusto em 28/08/2012 08:52:43
Não é por causa da cara do cara que a gente vai votar....
Por que não coloca a lista do que ele já fez pela cidade e a referência para podermos confirmar a informação e em seguida o nome e número???
Por que acho que o político, seja ela qual for, ele deve agir bem antes de ser eleito e não esperar pra ser eleito pra fazer, pois é daí que num faz mesmo!

Abr.
 
Daniel da Silva em 28/08/2012 08:38:41
Cavaletes são apenas fotos e números, não possuem propostas. lamentável a justiça eleitoral e prefeitura que brigou tanto com os comerciantes por uma cidade sem poluição visual aceitem isso. Apesar de tudo ainda acaba sendo menos pior que aqueles santinhos quer eram despejados nas ruas.
 
Leandro Vilar em 28/08/2012 08:06:41
Engraçado isso, pago meus impostos e não posso fazer o mesmo que os candidatos. Se eu colocar propaganda da minha loja em canteiro central público sou multado. Ridículo e desnecessário, só polui o visual das nossas cidades e em nada contribuem com o processo democrático.
 
Gustavo Nadeu Bijos em 28/08/2012 07:40:28
Um verdadeiro lixo nas ruas de Campo Grande .....................
 
joao alves da silva em 28/08/2012 07:24:18
Na minha opinião, estes cavaletes tinham que ser proibidos! A cidade que é tão bem cuidada e limpa, está totalmente poluída visualmente, está horrível mesmo ver essa patifaria. Que tirem essas porcarias dos canteiros de nossa cidade!!!
 
Fabiana Rocha em 28/08/2012 07:21:29
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions