A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 20 de Agosto de 2017

09/01/2017 13:31

Prefeito quer lâmpadas de LED em toda a cidade, mas aguarda TCE

Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul solicitou o cancelamento de toda a instalação por indícios de irregularidades na licitação

Richelieu de Carlo
Lâmpadas de LED sendo instaladas na Avenida Eduardo Elias Zahran em setembro. (Foto: Fernando Antunes)Lâmpadas de LED sendo instaladas na Avenida Eduardo Elias Zahran em setembro. (Foto: Fernando Antunes)

O prefeito Marquinhos Trad (PSD) diz que pretende instalar lâmpadas de LED em toda Campo Grande, mas aguarda decisão do TCE-MS (Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul), que mandou suspender os trabalhos de instalação das lâmpadas em setembro de 2016. “Eu quero uma decisão para poder instalar na cidade toda”, afirmou ele em entrevista ao Campo Grande News na manhã desta segunda-feira (9).

O chefe do Executivo reclamou de pegar tantas pendências da gestão anterior que aguardam decisão da Justiça para ele poder dar prosseguimento, como a situação dos terceirizados da Omep e Seleta e do aterro sanitário do bairro Jardim Noroeste. 

“As coisas quando judicializam se tornam muito mais difíceis para a gente, porque você fica entre ter o que fazer e aguardar a decisão de um dos órgãos de controle”, lamentou Marquinhos.

Assim que houver uma liberação pelo TCE, Trad diz que vai fazer a instalação das lâmpadas de LED, entretanto, pode ser que a situação se arraste ainda mais. “Eu quero uma decisão, mas eles estão de recesso. Teve muito tumulto em cima disso, e estou aguardando o TCE se vai ter que cancelar a licitação. Se for liberado, é lógico que vou colocar na cidade toda”.

Suspensão – A implantação das lâmpadas de LED, que começou no início de setembro, é resultado de licitação promovida pela Associação dos Municípios da Bacia do Médio São Francisco. A empresa Solar foi a vencedora, na modalidade menor preço. O valor total do contrato é de R$ 33,8 milhões, para troca de 30 mil lâmpadas em Campo Grande.

A pedido da Câmara Municipal de Campo Grande, em 14 de setembro de 2016, o Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul solicitou o cancelamento de toda a instalação até que licitação seja analisada em detalhes, já que pode gerar "desperdício" de recursos.

Segundo o órgão, há indícios de irregularidades na contratação dos serviços da empresa Solar. O Tribunal alega que este serviço não se trata apenas de uma simples reposição de lâmpadas e sim uma alteração no sistema de "rede de iluminação", portanto não podendo "pegar carona" em licitação alheia, da Associação dos Municípios da Bacia do Médio São Francisco.




Vejo com muito bons olhos a troca por lâmpadas led!
Mas registro aqui uma reclamação para que seja verificada, até por levantar suspeitas da lisura do processo. Ao circularmos pelo bairro Aero Rancho é perceptível a diferença na iluminação, ótimos resultados. Porém o mesmo não se verifica na Rua Fraiburgo, entrada do COnj. Moreninhas, lá a iluminação é fraca e insuficiente. Fiz uma verificação e constatei que o tamanho do conjunto led instalado na Rua Fraiburgo é menor do que a metade do conjunto instalado nas ruas do Bairro Aero Rancho. Que critérios são utilizados? Por que existe essa diferença? Seria desvio vendendo X e entregando 1/3 de X??
 
Paulo Satyro em 09/01/2017 16:35:03
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions