A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

24/07/2012 14:27

Prefeitos cortam gastos, preocupados com contas no fim de mandato

Paula Vitorino
O prefeito Jocelito Krug, presidente da Assomassul: preocupação com receita menor e fim de mandato. (Foto: Divulgação)O prefeito Jocelito Krug, presidente da Assomassul: preocupação com receita menor e fim de mandato. (Foto: Divulgação)

Para entregar o mandato com as contas em dia e seguindo a orientação do Governo do Estado sobre o corte de despesas, os municípios já estão preocupados com a prestação de contas e enxugando os gastos.

“A gente já trabalha ‘arrochado’, agora vamos ter que enxugar mais ainda e começando pelos que são mais fúteis”, diz a prefeita de Pedro Gomes, Maura Teodoro Jajah.

Governo do Estado e Prefeitura de Campo Grande já publicaram decreto para o corte de 20% nos gastos. Entre as justificativas para a economia na Capital estão o equilíbrio nas contas, garantindo o pagamento em dia dos servidores, e a queda de repasse do FPM (Fundo de Participação dos Municípios), no ICMS.

O prefeito de Bonito, José Arthur Soares de Figueiredo, informou que também já começou a economia nas despesas, principalmente, com o corte de cargos comissionados.

“Se não tomar a atitude de cortar pelo menos 20% dos gastos não dá pra conseguir fechar o mandato com as contas em dia”, frisa.

No caso de Jaraguari, um município com pouco mais de 5 mil habitantes, o prefeito Valdemir Nogueira de Souza, diz que a dificuldade para fechar as finanças fica mais difícil.

O presidente da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), Jocelito Krug, lembra que a preocupação é maior neste ano por ser fechamento de mandato.

O presidente da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), Jocelito Krug, lembra que além da queda na arrecadação a preocupação é maior neste ano por ser fechamento de mandato.

“Até o dia 31 de dezembro o prefeito tem que deixar as contas em dias para a próxima administração”, diz.

Ele lembra que uma das saídas para cortar gastos é exonerar cargos comissionados, enxugando secretárias.



O povo precisa aprender a perguntar por que, essa é a unica maneira de ver o que os poderosos estão informando e o que realmente esta acontecendo, só idiotas não veem que os pilantras estão na verdade fingindo economia para gastar nosso dinheiro consigo e com os amigos para se perpetuar no poder. Economia é uma palavra que só usam na hora de pagar funcionarios publicos.
 
Horlando P. de Mattos em 24/07/2012 05:25:00
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions