A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

15/10/2013 13:40

Presidente da Câmara diz que “é possível” o afastamento de Bernal

Zemil Rocha e Luciana Brazil
Mario conduzindo sessão histórica que pode levar à cassação de Bernal (Foto: Cleber Gellio)Mario conduzindo sessão "histórica" que pode levar à cassação de Bernal (Foto: Cleber Gellio)

O presidente da Câmara de Campo Grande, vereador Mario Cesar (PMDB), afirmou que há possibilidade de o prefeito Alcides Bernal (PP) ser afastado do cargo para não influenciar nos trabalhos da Comissão Processante, aprovada nesta terça-feira por 21 votos a oito. “É possível fazer isso, mas a comissão é que vai definir”, informou o dirigente.

A Comissão Processante foi formada apenas por vereadores que integram a oposição ao prefeito Alcides Bernal, o que pode favorecer a deliberação pelo afastamento do prefeito. O presidente é o vereador Edil Albuquerque (PMDB), o relator Flávio Cesar (PT do B) e o membro Alceu Bueno (PSL).

Segundo Mario Cesar, a Comissão Processante terá 90 dias para realizar seus trabalhos, a partir das denuncias que foram consubstanciadas no relatório final da CPI do Calote. Caso a comissão não termine seu parecer, após dar oportunidade de defesa ao prefeito Alcides Bernal, até dezembro, o presidente da Câmara disse que poderá haver convocação extraordinária do Legislativo.

Ao destacar que a aprovação da Comissão Processante é “fato histórico” inédito em Campo Grande, Mario Cesar garantiu que os trabalhos serão feitos com “transparência” e com “amplo direito de defesa” para o acusado de infração político-administrativa.

O presidente da Comissão Processante, Edil Albuquerque (PMDB), também destacou que vai fazer todos os trabalhos com segurança jurídica. “Os pareceres serão benefício da sociedade”, garantiu ele. “Vamos analisar todas as denúncias e respeitar aspectos jurídicos”, acrescentou o peemedebista.

Indagado sobre a possibilidade de afastamento do prefeito, Edil deu a entender que essa hipótese não está sendo considerada. “Vai ser tudo feito de forma jurídica. Nada será feito como se fosse um golpe político”, assegurou.



calma cumpadi carioca,noxxxxxxxx campograndese,não entendemoxxxxxx o porque de tanto ódio do mero parlamentarrrrrrrr,contra o prefeito. não tire os campo grandense de otário!!!!!!
 
Osvaldo willian da silva em 15/10/2013 18:41:35
do que vale a opiniao de um presidente de Câmara que foi cassado e continua no cargo ????
 
paulo eduardo sandim em 15/10/2013 18:37:39
Eu particularmente não cassaria o Bernal um corrupto a mais ou a menos não faria diferença na administração municipal incluo ai a Câmara dos vereadores,a nossa cidade tem sido administrada dessa maneira e todos estavam satisfeitos então porque tirar logo o Bernal ele precisa mais dessa prefeitura que os outros que por lá "fizeram historia",além do mais ele é sozinho na politica,não teve pai,nem irmão,tio,sobrinho,cunhado e primo com cargos públicos eu acho entendam bem,eu acho que nem irmã bonita para tirar foto pelada ele tem,gente deixa o cara ele pode ser um futuro Pucineli,Zeca do Pt,Marcelo Miranda. Sinceramente eu deixaria o Bernal.
 
walter oliveira em 15/10/2013 15:15:37
Como pode um vereador cassado sob liminar da justiça ser membro de comissão Processante..épracaba#
 
maisa de almeida em 15/10/2013 15:05:55
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions