ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, QUARTA  22    CAMPO GRANDE 32º

Política

Presidente da CPI da Saúde faz mistério e evita confirmar indiciamentos

Por Lidiane Kober e Kleber Klaus | 17/12/2013 13:50

A três dias da leitura do relatório final da CPI da Saúde, o presidente da comissão, vereador Flávio César (PTdoB), manteve o clima de mistério e evitou confirmar se indiciará os supostos responsáveis pelo escândalo de desvio de verba pública no sistema de radioterapia da Capital.

“Será um relatório técnico que esclarece a lucidez em todos os fatos cometidos em relação ao sistema de radioterapia e as devidas responsabilizações”, afirmou. Questionado diretamente se indiciará os suspeitos, ele informou revelar apenas na sexta-feira (20), data da leitura do relatório final.

Ainda de acordo com o presidente da CPI, o relatório tem em torno de 150 páginas. “A leitura deverá durar quatro horas”, calculou. “Estamos em fase de revisão final”, encerrou, sem dar mais dicas.

A CPI da Saúde mirou os trabalhos no escândalo de desvio de verba pública nos hospitais do Câncer e Universitário. As irregularidades vieram à tona em operação da Polícia Federal, no início de março.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário