A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

29/12/2013 13:33

Presidente do PDT rebate Bernal e diz que Pedra fechou parceria

Lidiane Kober e Leonardo Rocha

Ao contrário do que o prefeito Alcides Bernal (PP) disse o presidente regional do PDT, João Leite Schimidt, afirmou que não participou das negociações para o partido integrar a base aliada na Câmara Municipal. Segundo ele, a decisão partiu do vereador Paulo Pedra (PDT).

“Não conversei com o Bernal, nem com o Pedro Chaves (secretário de Governo). Foi o Paulo Pedra quem decidiu fazer parte da base”, informou Schimidt.

Na sexta-feira passada, o prefeito atribuiu ao presidente do PDT à indicação de Dirceu de Oliveira Peters para o comando da Emha (Agência Municipal de Habitação de Campo Grande) em troca do apoio do partido à administração municipal.

“A direção estadual simplesmente aceitou a decisão do vereador”, rebateu Schimidt. Ele ainda aproveitou para criticar a guerra da Câmara com Bernal.

“Neste momento a cidade vai muito mal, porque tantos os vereadores, quanto o prefeito cometeram erros, o Bernal não dialogou com o Legislativo e a Câmara decidiu convocar sessão extraordinária para votar a cassação do prefeito dois dias depois de apresentar o relatório (da comissão processante)”, comentou.

Para Schimidt, até a Justiça não vem contribuindo para resolver o impasse. “Hoje a Justiça vive de liminar, cautelar e efeito suspensivo e nunca se discute o mérito da questão, por isso, a população protestou no meio do ano. É preciso ter simetria entre os três poderes”, finalizou.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions