A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

07/07/2015 10:03

Previsão para 2016 segue baixo crescimento do país, diz Reinaldo

LDO prevê receita de R$ 13,9 bilhões para o ano que vem

Leonardo Rocha
Governador explicou que previsão de receita é prudente e segue lógica da economia nacional (Foto: Marcos Ermínio)Governador explicou que previsão de receita é prudente e segue lógica da economia nacional (Foto: Marcos Ermínio)

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) afirmou hoje (07), durante a manhã, que a previsão de receita de R$ 13,9 bilhões, referente a 2016, enviado pelo governo estadual, por meio do projeto da LDO (Lei de Diretizes Orçamentárias), se trata de uma análise prudente, em função do baixo crescimento do país, que afeta arrecadação do Estado.

“Esta previsão vem dentro de uma estimativa da lógica da economia brasileira, que registra crescimento pequeno, dentro da prudência que nós devemos ter, por isso os R$ 13,9 bilhões para 2016”, disse o governador, durante inauguração de novos leitos de UTI Neonatal, para a Maternidade Cândido Mariano.

O projeto da LDO agora segue para análise das comissões permanentes, para depois ser votado no plenário da Casa de Leis. Os deputados também tem um período a disposição para apresentação de emendas, no entanto devem apreciar a matéria antes do recesso parlamentar deste semestre.

O presidente da Assembleia, o deputado Junior Mochi (PMDB), já ressaltou que o projeto deve ser votado na última semana antes do recesso, tendo toda uma programação já acertada com os líderes partidários.

Projeto – Apesar de não ter tido mudanças em relação aos repasses aos poderes, o governo explicou que houve um crescimento da dívida do Estado, decorrente de operações de crédito pactuadas com o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) e Bird (Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento).

Ele ainda aponta que o aumento de despesas com folha de pessoal, teve impacto nas contas do governo justamente durante o cenário de queda e baixo desempenho das receitas, em função da crise financeira de todo país.

Em relação ao Orçamento deste ano, que foi de R$ 13.057.110,00, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) prevê crescimento de 6,45% no segundo ano de gestão. A LDO de 2015 foi definida pela administração anterior, de André Puccinelli (PMDB).



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions