A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 20 de Agosto de 2017

08/11/2013 11:25

Processante ouve 11 pessoas e define futuro de Bernal em dezembro

Leonardo Rocha e Kleber Clajus
Processante ouve 11 pessoas e define futuro de Bernal em dezembro

A Comissão Processante apresentou hoje em entrevista coletiva o nome de 11 pessoas que irão prestar depoimento de defesa e acusação em relação à administração do prefeito Alcides Bernal. As audiências começam no dia 13 de novembro (quarta) e esse encerram dia 25, com o depoimento do prefeito.

Dez testemunhas foram indicadas pelo prefeito, entre elas os representantes das empresas Salute, Megaserv e Jagás, além dos secretários municipais: Thais Helena, José Chadid, Wanderlei Ben Hur, Ricardo Ballock, Kátia Maria Moraes, Ivandro Correa Fonseca e Gislaine do Carmo. A comissão incluiu ainda o proprietário da empresa MDR Distribuição de Alimentos, Mamed Dib.

“Os depoimentos irão acontecer no plenário da Casa e os integrantes irão se dedicar exclusivamente ao trabalho, inclusive deixando de participar de algumas sessões legislativas”, destacou o presidente da Comissão, o vereador Edil Albuquerque (PMDB).

Já o relator da Comissão, o vereador Flávio César (PT do B), destacou que após os depoimentos, o prefeito terá cinco dias para apresentar sua defesa final e encaminhar ao grupo de trabalho.

Datas – Os depoimentos irão começar no dia 13 de novembro às 9h com o representante da empresa Salute, Érico Chevine. Depois às 10h, os vereadores ouvem o proprietário da Jagás, Elton Luiz Crestani.

No período da tarde, a partir das 14h, Milton Felice, representante da MegaServ, prestar depoimento. Finalizando o primeiro dia de audiências, o dono da empresa MDR Distribuição de Alimentos, Mamed Dib esclarece as dúvidas da comissão às 15h.

No dia 19 de novembro, às 14h, o secretário de saúde, Ivandro Corrêa Fonseca, presta depoimento aos vereadores e depois será seguido pela diretora-presidente da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), Kátia Moraes Castilho, que concede esclarecimentos às 15h. Encerrando o dia, a Comissão recebe o depoimento da secretária de Assistência Social, Thais Helena, a partir das 16h.

O secretário de administração, Ricardo Ballock, começa os depoimentos no dia 20 de novembro, às 14h e ainda tem a participação, às 15h, do secretário de educação, José Chadid.

Para encerrar a participação dos secretários, Wanderlei Ben Hur irá prestar depoimento no dia 21 de novembro, a partir das 14h e depois é sucedido pela coordenadora geral da Central de Compras, Gisele do Carmo.

O depoimento do prefeito Alcides Bernal (PP) está marcado para o dia 25 de novembro, às 14h, no entanto o regimento prevê que ele poderá enviar um procurador no seu lugar.

Decisão – Flávio César destacou que a Comissão Processante deve fazer seu relatório final e encaminhar ao plenário, onde cada vereador irá analisar seu voto baseado no que for comprovado na investigação.

“Este trabalho é isento com amplo direito de defesa, que visa a legalidade dos fatos, esperamos terminar os trabalhos antes do recesso parlamentar que começa dia 22 de dezembro, apesar do prazo terminar apenas no dia 17 de janeiro”, destacou.

O relator da Comissão voltou a dizer que o foco das investigações se concentra nas contratações emergenciais que foram citadas na CPI do Calote.




um salario de mil reais para vocês vereadores já estavam bem pagos só briga entre vocês não -se faz nada
 
Hélio guedes de souza em 13/11/2013 07:18:41
deveria -se fazer uma nova eleição com candidatos de outros estados porá ver se
encontra pessoas que estão disposta a trabalhar com seriedade nesse país
 
hélio guedes de souza em 13/11/2013 07:11:59
-TORNA-SE REVOLTANTE A MAGNITUDE DEMOCRÁTICA DE UMA CORJA DE HIPÓCRITAS "TENTANDO" DESFOCAR A MASSA SOBERANA...QUANTOS MAIS TEREMOS QUE CRUCIFICAR...DO POVO PARA O POVO...
 
VAGNER ESCOBAR em 12/11/2013 15:48:46
São capazes de trabalhar 24 horas por dia para ter o poder de volta e "arrecadar" as propinas, que não são poucas. Dívidas da eleição sem caixa dois tá complicando a vida de muitos edis. A vergonha já começou com a negociação por cargos, quem está pré-disposto a ajudar só o fará por algo em troca, isso não é barganha? Depois diz que estão preocupados com o desenvolvimento da cidade, conta outra que o povo não é bobo não!
 
Gabriela Nunes em 08/11/2013 17:01:02
é seu bernal vai arrumando as malas
 
patryck andrade em 08/11/2013 15:31:41
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions