A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

03/02/2017 10:01

PSDB e PMDB articulam blocos para manter hegemonia em comissões

Leonardo Rocha
Beto Pereira, ao lado de Renato Câmara e Rinaldo Modesto, durante sessão na Assembleia (Foto: Assessoria/ALMS)Beto Pereira, ao lado de Renato Câmara e Rinaldo Modesto, durante sessão na Assembleia (Foto: Assessoria/ALMS)

Os líderes do PSDB e PMDB estão articulando a recriação de blocos parlamentares, para manter a hegemonia nas comissões permanentes da Assembleia. Desta forma eles terão dois representantes em cada uma, assim como maioria em eventuais CPIs e grupos formados para discutir temas especiais no legislativo.

O deputado Beto Pereira (PSDB) já está organizando o bloco tucano, que tem a intenção de contar com a participação de outras legendas, como o DEM, Solidariedade, PSB e PR.

"Começamos as conversas e na semana que vem, podemos ter uma definição. Desta forma mantemos a representação nas comissões e faremos um bloco forte no parlamento", disse o tucano.

O bloco tucano pode ter a participação de 12 integrantes: Beto Pereira, Felipe Orro, Flávio Kayatt, Maurício Picarelli, Mara Caseiro, Onevan de Matos e Rinaldo Modesto do PSDB, além de Zé Teixeira (DEM), Herculano Borges (SD), Coronel David (PSB), Paulo Corrêa (PR) e Grazielle Machado (PR).

Já o grupo do PMDB também articula com outros partidos, para que tenha aos menos 8 integrantes, para também dispor de dois representantes nas comissões. "O nosso líder (Eduardo Rocha) já começou as articulações e vamos primeiro formar este bloco, para depois decidir quem vai participar em cada comissão", disse Renato Câmara (PMDB).

O bloco do PMDB pode contar com os deputados: Eduardo Rocha (PMDB), Renato Câmara (PMDB), Márcio Fernandes (PMDB), Antonieta Amorim (PMDB), Junior Mochi (PMDB), Lídio Lopes (PEN), George Takimoto (PDT) e o estreante, Paulo Siufi (PMDB), que vai tomar posse na próxima terça-feira (07).

A formação de blocos na Assembleia foi retomada a partir de 2015, quando os partidos com menos representantes, tendo o apoio do governo estadual, resolveu formar um grupo, para ter mais espaço nas discussões e comissões do legislativo. Já no ano passado, o PSDB e o PMDB resolveram tomar frente destas composições.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions