A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 18 de Julho de 2018

04/05/2015 15:10

PSDB não indicará substituto e deixará secretaria após uma década

Lidiane Kober
Vereador garante que decisão não é política e mantém apoio ao prefeito na Câmara (Foto: Divulgação)Vereador garante que decisão não é política e mantém apoio ao prefeito na Câmara (Foto: Divulgação)

Diante da crise financeira da Prefeitura de Campo Grande, o PSDB não enxerga mais condições de seguir no comando da Secretaria Municipal de Educação e abrirá mão de indicar o substituto de Ângela Brito. Com a decisão, o partido romperá ciclo de uma década na chefia de uma das pasta mais importantes do Executivo Municipal.

Segundo o vereador João Rocha (PSDB), os tucanos não tomaram a decisão da noite para o dia. “A gente tinha uma proposta de trabalho e, após várias reuniões, decidimos que, se for para não dar segmento ao programado, é melhor sair da secretaria e deixar o prefeito (Gilmar Olarte) a vontade”, explicou.

No entendimento dos tucanos, os cortes de funcionários e de investimento, por exemplo, em áreas pedagógicas inviabilizam a continuidade do trabalho, iniciado na primeira gestão de Nelsinho Trad (PMDB), em 2004. “É uma questão pragmática e não tem nada a ver com política. Na Câmara, vou continuar ajudando o prefeito”, assegurou João Rocha.

Neste sentido, a ordem é não indicar substituto de Ângela Brito. “O PSDB não vai indicar substituto, não estamos atrás de boquinha, tínhamos uma proposta, que, agora, se tornou inviável”, reforçou o vereador.

Com a saída de Ângela e de seu adjunto, Oswaldo Ramos, o secretário municipal de Administração, Wilson do Prado, assumiu interinamente a pasta de Educação, acumulando dois cargos. As exonerações e nomeação foram publicados na edição de hoje do Diário Oficial de Campo Grande. 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions