ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, SEXTA  24    CAMPO GRANDE 18º

Política

PSDB tem maior bancada na Assembleia; PT e MDB também crescem

PL, PT e MDB conseguiram mais três cadeiras cada um, das 24 que estavam em disputa nas eleições

Gabriela Couto e Jéssica Benitez | 03/10/2022 10:03
Campo Grande News - Conteúdo de Verdade
Atual presidente da Mesa Direitora, deputado estadual Paulo Corrêa (PSDB), ao lado de Neno Razuk (PL), se reelegeram para mais quatro anos. (Foto: Marcos Maluf/Arquivo)
Atual presidente da Mesa Direitora, deputado estadual Paulo Corrêa (PSDB), ao lado de Neno Razuk (PL), se reelegeram para mais quatro anos. (Foto: Marcos Maluf/Arquivo)

O PSDB volta a ser a maior bancada da Assembleia Legislativa para os próximos quatro anos. Com o resultado da eleição de ontem (2), das 24 cadeiras do Palácio Guaicurus, seis serão ocupadas por tucanos.

Vão representar o partido por mais um mandato Mara Caseiro, Paulo Corrêa, Jamilson Name, Zé Teixeira e os novatos no parlamento estadual Pedro Caravina e Lia Nogueira. O número é maior do que a eleição passada, quando conquistou cinco lugares.

Com isso, o partido consegue chancela para disputar vagas nas comissões mais importantes e até se manter na presidência da Casa de Leis, hoje ocupada por Paulo Corrêa. A nova eleição da Mesa Diretora deve ocorrer no início do próximo mandato, mas as articulações já começam agora com os números de densidade eleitoral e nomes postos à mesa.

O PT e MDB cresceram em número de representantes para os próximos quatro anos. Com três cadeiras cada um, o partido aumenta o número de vagas no parlamento. Pelo PT, além de Pedro Kemp e Amarildo Cruz, que conseguiram manter o mandato, retorna ao Legislativo o ex-governador José Orcírio Miranda, o Zeca do PT.

Já pelo MDB manteve Márcio Fernandes e Renato Câmara, mas agregou Junior Mochi, que retorna ao Legislativo. Também com três vagas no parlamento, o PL consolidou as cadeiras de Coronel David, Neno Razuk e João Henrique Catan, com mais quatro anos no parlamento.

O PP foi o grande perdedor em quesito de representatividade. De maior bancada na atual legislatura, com cinco cadeiras, chega para os próximos anos com apenas duas. Garantiram permanência os deputados estudais Gerson Claro e Londres Machado.

Continuam com uma cadeira cada o Patriotas, com Lídio Lopes, o PDT, com Lucas de Lima, o Republicanos, com Antônio Vaz, o PSD com Pedrossian Neto e o Podemos, com Rinaldo Modesto. A novidade em relação a representação partidária é a vaga do União Brasil, com a vitória para Roberto Hashioka.

Variações nas bancadas - A atual composição que finaliza o mandato no dia 31 de dezembro deste ano tem como maior bancada o PP com José Carlos Barbosa (que se candidatou a vice-governador ao lado de Eduardo Riedel), Marçal Filho, Londres Machado, Gerson Claro e Evander Vandremini.

Em seguida vem a bancada do PSDB com Jamilson Name, Mara Caseiro, Zé Teixeira e Paulo Corrêa. Partido Liberal vem em terceiro com Coronel David, João Henrique e Neno Razuk. Partido dos Trabalhadores com Amarildo Cruz e Pedro Kemp e Republicanos com Antônio Vaz e Herculano Borges.

MDB também tem dois componentes Renato Câmara e Márcio Fernandes. Felipe Orro (PSD), Lídio Lopes (Patriota), Lucas de Lima (PDT), Renan Contar (PRTB), Rinaldo Modesto (Podemos) e Paulo Duarte (PSB) são bancadas com apenas um nome.

Nos siga no Google Notícias