A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

04/07/2018 08:58

PSDB trabalha para atrair aliados e aumentar tempo de TV, diz Reinaldo

Enquanto o partido está em busca de alianças e organizando a campanha eleitoral, governador diz que se preocupa com os compromissos do Estado

Anahi Zurutuza e Leonardo Rocha
Reinaldo Azambuja (no meio) no palanque de evento na Praça do Rádio (Foto: Marina Pacheco)Reinaldo Azambuja (no meio) no palanque de evento na Praça do Rádio (Foto: Marina Pacheco)

Enquanto o PSDB trabalha na negociação de alianças com outros partidos, Reinaldo Azambuja, pré-candidato à reeleição, diz estar preocupado, por enquanto, com os compromissos do governo. O chefe do Executivo municipal fez os comentários em agenda pública na manhã desta quarta-feira (4), na feira de orgânicos da Praça da República, em frente ao Rádio Clube Cidade.

“Enquanto o partido está correndo atrás de alianças, estou focado na entrega de obras e investimentos”, afirmou Reinaldo.

O governador também comentou sobre o tempo que terá na TV durante a campanha. Sem dar números, o pré-candidato explicou que o PSDB “alguns bons minutos” para fazer a propaganda eleitoral pela televisão, mas que outras legendas compondo as chapas seria importante para aumentar este tempo.

“Com a vinda de aliados vamos conseguir ampliar este espaço no programa eleitoral, para mostrar tudo o que fizemos neste primeiro mandato em Mato Grosso do Sul em relação a saúde, segurança, educação”, disse.

 

Antônio Lacerda, presidente estadual do PSD e secretário municipal de governo da gestão de Marquinhos Trad (Foto: Marina Pacheco)Antônio Lacerda, presidente estadual do PSD e secretário municipal de governo da gestão de Marquinhos Trad (Foto: Marina Pacheco)

Aliando em potencial – Antônio Lacerda, presidente estadual do PSD, uma das legendas que pode compor a chapa encabeçada por Reinaldo, também foi à Praça do Rádio para a entrega de máquinas agrícolas para os pequenos produtores da área rural de Campo Grande.

O representante do partido do prefeito Marquinhos Trad não negou a aproximação entre as administrações municipal e estadual, mas desconversou sobre o fechamento da aliança. “É indiscutível a interação entre prefeitura e governo, principalmente em relação as obras em comum. Mas, só a partir do dia 20 vamos sentar para definir nosso futuro.

Precisamos avaliar o cenário municipal estadual e federal para pensarmos em compor. Também não descartamos termos nosso próprio nome [candidato ao governo], é uma possibilidade, inclusive de sairmos chapa pura e neutros na eleição”.

A partir do dia 20 de julho, partidos podem fazer as convenções para lançar oficialmente os candidatos. Reinaldo, contudo, já anunciou que entrará na disputa eleitoral e tem como principais adversários, o ex-governador André Puccinelli (MDB) e o juiz federal aposentado Odilon de Oliveira (PDT).



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions