A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

22/10/2013 19:43

PT dá ultimato a Alcides Bernal e rompimento parece ser inevitável

Zemil Rocha
Marcus Garcia diz que PT cobrou atitudes concretas de Bernal (Foto: arquivo)Marcus Garcia diz que PT cobrou "atitudes concretas" de Bernal (Foto: arquivo)

O PT deu ultimato ao prefeito Alcides Bernal (PP) para fazer mudanças em sua administração sob pena de perder o apoio dos petistas. Os petistas entregaram uma carta com quatro medidas a serem adotadas de imediato por Bernal e avisaram que, não havendo a implementação até quinta-feira (24), deixarão o governo e a base de sustentação política na Câmara.

“Ontem à noite entregamos ao prefeito Bernal uma carta com quatro pontos: composição imediata de conselho político que ajude ele a governar a cidade; nomeação imediata de um coordenador político da administração para estabelecer relação com as instituições e a Câmara; recomposição de seu governo com novos forças partidárias; e imediata reabertura de diálogo com a Câmara”, informou o vereador e ex-governador Zeca do PT.

Se até quinta-feira Bernal não adotar as propostas, o rompimento será anunciado. “Vamos esperar até quinta-feira. Se o prefeito não tomar uma posição favorável, vamos tomar deliberação, que, em não havendo atendimento, pode ser sair do governo”, informou o petista, que também é um dos principais líderes estaduais do PT.

O presidente regional do PT, Marcus Garcia, disse hoje, após a reunião da Executiva do PT, que Bernal está passando por problemas de ordem política e administrativa e que o PT está sugerindo “medidas para que efetivamente o prefeito comece a ter apoio para melhorar as condições para ter governabilidade”.

Garcia disse que essa cobrança vem sendo feita há muito tempo pelo PT e que chegou a hora de Bernal dar uma resposta. “Não vou dizer que o PT sai do governo na quinta-feira, mas esperamos que o prefeito tome atitudes concretas nesta semana”, declarou.

Segundo Garcia, o PT tem feito esforço no sentido de Bernal democratizar a sua gestão e buscar se articular melhor politicamente. “Entendemos que ele representou uma mudança de conceito. A população apostou majoritariamente no projeto. O PT, PPS, PSDB, PV entenderam que ele representava essa mudança. Tudo isso estamos insistindo para ter uma administração exitosa. E são conceitos que o PT já experimentou”, afirmou.

São orientações, segundo Marcus Garcia, que o PT já passou várias vezes para Bernal e gostaria que ele as abraçasse para acertar e a fim de que a população de Campo Grande fosse beneficiada. “A briga política entre Executivo e Legislativo tem prejudicando a cidade. A disputa de 2012 não foi superada pelo PMDB”, apontou.

O presidente do diretório do PT na Capital, Gildo Oliveira, que comanda a reunião da quinta-feira, admitiu nesta noite que tudo está caminhando para o rompimento. Indagado se é provável a saída do PT do governo, ele respondeu: “É provável que aconteça”.

Questionado se havendo esse rompimento, os petistas deixaram as duas secretarias municipais na administração de Bernal, Gildo que isso será discutido na quinta-feira. “Convocamos também os dois secretários. Vamos ter uma deliberação na reunião, que será da Executivo e com a participação também da bancada na Câmara”, disse. “A posição é coletiva”, emendou.



Sorte do Bernal se estiver longe desse tal PT que comprovadamente é uma doença, um cancer dentro do País, aqui no Estado temos as provas de que são nocivos, no governo estadual foram anos perdidos sem que deixasse uma marca de qualquer obra, na Câmara ou assembleia nenhum deles deixou uma marca positiva, no País os escandalos pipocam a todo momento, com uma politica de distribuição de esmolas colocam o povão de quatro, sem vontade propria e o que lhes interessa, votando eternamente neles. O interesse fala mais alto dentro desse tal partido enquanto tiver cargos e secretarias eles ficarão.
 
Horlando P. de Mattos em 23/10/2013 10:06:20
Esse Marcos Garcia é o que tem de conduzir mal o PT de nosso Estado. É dele mesmo fazer uma declaração que inicia com uma posição e depois no final muda dando a entender que sua declaração não tem respaldo dos integrantes do PT. Graças a Deus que em Novembro vamos votar e tirar ele do Diretório. 'Foi o pior presidente que o PT teve em Mato Grosso do Sul. Pena que o nosso PT em vários seguimentos não respeita o Estatuto. Sou a favor de varias chapas para escolha de Presidente. E não votar guela a abaixo.
 
ricardo thibes cardoso em 23/10/2013 09:29:30
Não consigo entender... Esse Bernal não foi vereador e deputado? Por que tanta dificuldade em se adaptar ao seu próprio sistema? É falta de inteligência ou de sabedoria?
 
Anita Ramos em 23/10/2013 09:27:12
O PT ta doido para por o cabresto no Bernal e tomar conta da prefeitura, se isso acontecer, babau Bernal !!! kkkk.
 
joão afonso em 23/10/2013 08:02:56
Ao abraçar a campanha de Bernal, o PT e PSDB passaram para o eleitor, um atestado de honorabilidade, competência e confiança, sem conhecimento de causa e das intenções do candidato e agora, tentando fugir de suas responsabilidades , buscam manobras para fugirem delas fugirem, e abandonar o barco. Desta forma, deixam patentes que aquele apoio cumpria meras intenções politico-partidárias, sem se importar com o que poderia acontecer com nossa Capital. IRRESPONSABILIDADE.
 
ALICIO MENDES em 23/10/2013 07:47:50
E o Bernal???? Cada dia que passa, está cada vez mais sozinho, com a saída do PT, sera praticamente ele contra todos... Mas no final das contas é o povo que mais perde com essa crise política...
 
Ulisses Silva em 23/10/2013 07:45:06
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions