A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Agosto de 2017

04/03/2016 12:34

PT estadual critica PF e diz que Lula sempre esteve disposto a depor

Petistas fizeram reunião de emergência para discutir assunto

Mayara Bueno e Lauro Burke
Antônio Carlos Biffi, presidente estadual do PT.(Foto: Lauro Burke)Antônio Carlos Biffi, presidente estadual do PT.(Foto: Lauro Burke)

A direção do PT em Mato Grosso do Sul reafirmou apoio ao ex-presidente Lula, alvo da 24ª fase da Operação Lava Jato. Ele foi levado, nesta sexta-feira (4), para prestar depoimento à Polícia Federal, em chamada condução coercitiva, quando a pessoa é obrigada a dar declarações às autoridades.

Os petistas de MS fizeram reunião de emergência, nesta manhã, quando também discutiram a situação do senador Delcídio do Amaral (PT). O presidente estadual do partido, Antônio Carlos Biffi, criticou a condução coercitiva de Lula, afirmando que o ex-presidente sempre esteve disposto a depor, o que poderia ser feito no apartamento dele.

Biffi foi o único a comentar sobre o assunto. A orientação para o restante da cúpula foi de não se manifestar sobre o caso.

Ainda segundo o presidente, a ação da Polícia Federal contra Lula é uma "manobra para prejudicar a imagem do ex-presidente", isto porque, ele teria manifestado interesse sobre possível candidatura na eleição de 2018. Ele também questionou a investigação, que diz estar "apenas atrás do PT nos últimos meses".

Sobre as notícias da suposta delação premiada do senador, o dirigente disse apenas ser uma "situação delicada", aguardando a confirmação oficial da colaboração premiada. Segundo ele, Delcídio não entrou em contato com o diretório; a única informação é a nota oficial divulgada, disse. “Até que tenha mais provas, não tomaremos decisões. O Delcídio Amaral continua sendo do PT".

O presidente não deu detalhes, mas disse que está prevista para sábado (5) uma manifestação em favor do ex-presidente.

Operação - Alvo da 24ª fase da operação Lava Jato, Lula é investigado por suspeita de favorecimento em imóveis e por R$ 30 milhões de doações de empresas ao Instituto Lula e a LILS Palestras. 

Conforme nota divulgada pelo MPF (Ministério Público Federal) do Paraná, “há evidências de que o ex-presidente Lula recebeu valores oriundos do esquema Petrobras por meio da destinação e reforma de um apartamento triplex e de um sítio em Atibaia, da entrega de móveis de luxo nos dois imóveis e da armazenagem de bens por transportadora.

 




O recado do povo vem a galope para o PT e seus aliados nas urnas este ano, podem esperar, será um massacre.
 
Janaê Pereira em 04/03/2016 17:10:03
É para rir? Então vamos rir...! kákákáká...eles acham que somos iguais os MST´s da vida...
 
henrique luiz mayer nunes em 04/03/2016 13:17:44
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions