A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

14/09/2015 22:15

PT reafirma apoio a Bernal mas rejeita participação no Secretariado

Flavio Paes
Marcos Alex não conseguiu convencer  o partido a i participar do Governo Bernal (Foto:ArquivoMarcos Alex não conseguiu convencer o partido a i participar do Governo Bernal (Foto:Arquivo

Depois de quase duas semanas de negociação, o PT anunciou que vai dar apoio à administração do prefeito Alcides Bernal na Câmara Municipal, onde conta com uma bancada de três vereadores, mas não pretende participar do Governo indicando secretários ou diretores de autarquias e agências municipais.

 Setores do partido vinham pleiteando a Secretaria de Infraestrutura, reivindicação que o prefeito não atendeu. Bernal  pretende colocar no cargo alguém de perfil mais técnico, da sua escolha pessoal. O diretório estadual do PT publicou nota no fim da tarde desta segunda-feira (14)  formalizando decisão de ficar fora do Governo.

Na nota, o PT diz que reconhece a legitimidade da administração de Bernal e que lamenta a interrupção de seu mandato, mas cita instabilidade política e frisa que a prioridade é “ajudar Campo Grande a superar a grave crise político-administrativa”.

Na primeira gestão de gestão de Bernal , além do líder do prefeito Câmara (Marcos Alex), o PT ocupava a Secretaria de Assistência, representado pela vereadora Thais Helena e a de Infraestrutura, ocupada por Semy Ferraz, na época ,ainda filiado ao partido, mas uma escolha da cota pessoal de Bernal.

A volta de Thais Helena à Assistência foi descartada porque o prefeito decidiu que, com exceção do secretário de Governo, Paulo Pedra, não escolheria ninguém para o 1º escalão que fosse disputar a eleição em 2016. “Quem foi nomeado secretário, terá de ficar até o final do mandato”,afirma Pedra. Thais vai para a reeleição.

O prefeito chegou a acenar com a possibilidade de escolher o ex-deputado federal Antonio Carlos Biffi, para a Secretaria de Educação. Biffi, preferiu continuar como assessor do senador Delcídio do Amaral.
Quem mais abertamente defendia participação do PT no Governo era o vereador Marcos Alex.

 O vereador chegou a antecipar apoio à reeleição de Bernal, com o PT indicando o candidato a vice. A tese não foi recebida pelas duas principais lideranças petistas no Estado, senador Delcídio do Amaral e o deputado Zeca do PT. Curiosamente, pelo menos publicamente, nenhum dos dois tiveram agendas com o prefeito nesta sua volta ao cargo. Dos deputados estaduais, apenas Amarildo Cruz foi na sua posse.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions