A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

19/09/2009 09:28

PTB quer filiar Odilon para disputar governo ou Senado

Redação

O PTB de Mato Grosso do Sul vai convidar o juiz Odilon de Oliveira para disputar as eleições de 2010 pelo partido. A informação foi repassada pelo presidente nacional da legenda, Roberto Jefferson, durante passagem por Campo Grande na manhã deste sábado.

"Gostaria de deixar aqui esse convite para o Odilon. Se ele vier para o nosso partido, poderá disputar o governo. Ou o Senado também, se ele quiser", declarou, descartando a candidatura anteriormente posta do ex-governador Pedro Pedrossian.

"Ele está mais acomodado. Pensou inicialmente em lançar o filho, Pedro Pedrossian Filho, mas refluiu", detalhou, durante entrevista no saguão do Hotel Jandaia.

O presidente regional do partido, Ivan Louzada, expandiu o convite, afirmando que Odilon de Oliveira, dentro do PTB, estaria praticamente eleito para deputado federal.

Hoje, segundo Roberto Jefferson, a tendência dos petebistas é se aliar ao PT em Mato Grosso do Sul, no caso de não lançarem candidatura própria.

Além da possibilidade de apoio a Zeca do PT, Jefferson deixa nítido que o PTB vai apoiar a reeleição de Delcídio do Amaral ao Senado, seja qual for seu caminho político.

A outra opção para o governo está no PSDB, na eventualidade da senadora Marisa Serrano sair candidata ao governo em 2010.

A possibilidade de apoio à reeleição de André Puccinelli foi totalmente descartada pelo dirigente nacional.

"André não, o bonde dele já está lotado. Conheço o governador, já convivi com ele, mas o italiano é muito ditador", disparou Roberto Jefferson, que seguiu se Campo Grande para Aquidauana.

No município, ele participa do 2º Encontro Estadual do Partido Trabalhista Brasileiro, que será realizado na Câmara da cidade.

Vice O presidente regional do PTB, Ivan Louzada, disse que já recebeu oferta tanto de Marisa quanto do deputado federal Vander Loubet (PT) para indicar o vice na chapa de Zeca.

"Ao PTB não interessa ficar fora da chapa majoritária, e temos essas duas possibilidades", detalhou.

De acordo com ele, o partido não se interessa em fazer aliança na proporcional.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions