A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

03/08/2011 12:43

“Quero ter 15 partidos na minha reeleição”, diz Murilo Zauith

Edmir Conceição

Em visita ao Campo Grande News, prefeito de Dourados diz que já colocou administração nos trilhos e agora busca expansão industrial

Prefeitov Murilo Zauith, diz que principais problemas de Dourados já foram superados. (Foto Fernando Dias/Campo Grande News)Prefeitov Murilo Zauith, diz que principais problemas de Dourados já foram superados. (Foto Fernando Dias/Campo Grande News)

O prefeito de Dourados, Murilo Zauith (PSB), afirmou que pretende contar com o apoio dos 15 partidos que participaram da coligação que sustentou sua eleição este ano, também na disputa de 2012, inclusive o PMDB. Murilo Zauith visitou nesta quarta-feira a sede do Campo Grande News, sendo recebido pelo jornalista Lucimar Couto, diretor do site.

Murilo comentou sua disposição de concorrer à reeleição e assegurou que, apesar de todos os problemas político-institucionais deixados pelo ex-prefeito Ari Artuzi, conseguiu recolocar a administração nos trilhos.

A prioridade agora, segundo o prefeito, é explorar as potencialidades do município para que sua economia cresça e se diversifique. A expansão industrial é uma das prioridades, por isso já trabalha em um programa de qualificação, para atender principalmente o setor sucroalcooleiro.

Murilo Zauith disse que a preparação ao processo eleitoral começa com a mobilização do seu novo partido, o PSB, mas já inicia conversações para manter, nas eleições municipais do ano que vem, o mesmo arco de alianças de 15 partidos, que inclui o PT e o PMDB. “Acredito que teremos o apoio do PMDB também, hoje o partido tem a Secretaria de Planejamento (Antonio Nogueira)”.

Administração - De acordo com Zauith, todas as questões que impediam o andamento da administração foram equacionadas e ou encaminhadas. Na área de saúde, por exemplo, cita a economia de 51% nos custos dos medicamentos depois que foi adotado o pregão eletrônico. O prefeito reclama, no entanto, que até agora não recebeu nenhum recurso federal, mas reconhece que o contingenciamento anunciado pelo Governo Federal não afeta apenas Dourados. “O corte é para todo País, todas as emendas”.

Zauith disse que o governador André Puccinelli tem sido um grande parceiro da sua administração, mas quer um ‘presente’, igual ao que foi prometido ao prefeito Nelsinho Trad em Campo Grande – recapeamento da principal avenida da cidade, Marcelino Pires. Em Campo Grande o recapeamento será feito na Avenida Afonso Pena.

Industrialização - Murilo Zauith disse que agora o desafio maior é garantir o crescimento econômico, já que o desenvolvimento das atividades produtivas reflete na redução do desemprego e amplia oportunidades. No próximo sábado ele lança o programa que vai qualificar trabalhadores na área industrial, com apoio do Sistema S (Sesc, Sesi, Senai, Senar, Sest, Senat, Sebrae). ‘Pretendo qualificar inclusive os índios, para que eles possam atuar nos setores frigorífico e sucroalcooleiro. Quero um processo de industrialização forte em Dourados.”

Zauith esteve em Sertãozinho, cidade no interior paulista que tem um parque metalúrgico que atende as destilarias de álcool, e articulou a instalação em Dourados de fábricas de peças, máquinas e equipamentos que são insumos do setor sucroalcooleiro.

A política de incentivo e estímulo ao setor prevê, inclusive, a realização da Feira da Cana. O evento, que será realizado em outubro, terá seu lançamento no próximo dia 15. Segundo o prefeito, há investimentos do setor industrial, mas falta mão-de-obra qualificada. O programa a ser lançado no próximo sábado vai oferecer cursos em pelo menos 50 áreas que atualmente não encontram mão-de-obra disponível.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions