A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

15/04/2016 18:30

Raul Freixes tem pedido de extinção de pena negado pela Justiça

Nyelder Rodrigues
Raul Freixes foi condenado a quatro anos e oito meses de reclusão por desvio de verba pública (Foto: Arquivo)Raul Freixes foi condenado a quatro anos e oito meses de reclusão por desvio de verba pública (Foto: Arquivo)

O ex-prefeito de Aquidauana e ex-deputado estadual Raul Freixes teve negado o pedido de perdão de pena, impetrado no início do ano na Justiça Estadual. O político cumpre pena de quatro anos e oito meses de prisão, atualmente, em regime aberto em Campo Grande.

Segundo o juiz titular da 2ª Vara de Execução Penal de Campo Grande, Albino Coimbra Neto, o Freixes não cumpriu os critérios necessários para se enquadrar no benefício de indulto, como cumprimento de 1/4 da pena.

Um pedido de saída temporária do ex-prefeito também foi analisado pelo magistrado. A aceitação ficou condicionada à apresentação de comprovante de residência de onde permanecerá durante a saída. Informações sobre a conduta carcerária de Freixes também foram pedidos.

Problemas de saúde e na Justiça - Há uma semana, Freixes fez a ingestão de vários medicamentos ao tentar suicídio, em um hotel da Capital, e precisou ser atendido com urgência. Ele foi levado para o CRS (Centro Regional de Saúde) do Tiradentes. De lá, ele foi transferido para a Santa Casa, ficando na ala psiquiátrica.

O ex-prefeito foi condenado a reclusão após ser acusado, junto a outros servidores da prefeitura de Aquidauana, de desviar R$ 61 mil dos cofres públicos. Desde então, ele passou a ter problemas de saúde. Freixes também está impedido de ter cargo ou função pública por um período de cinco anos.

Além dessa situação, ele tem outros problemas na Justiça, como o pedido de falência de uma empresa e, mais recentemente, virou réu na ação proposta pelo MPE-MS (Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul) contra 29 deputados estaduais que cumpriam mandatos entre os anos de 2003 e 2007.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions