A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

28/08/2015 09:58

Reinaldo anuncia apoio a Bernal e vai priorizar investimento em saúde

Leonardo Rocha e Antônio Marques
Reinaldo e Bernal citaram parceria em projetos importantes da saúde (Foto: Fernando Antunes)Reinaldo e Bernal citaram parceria em projetos importantes da saúde (Foto: Fernando Antunes)

No primeiro encontro entre o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), com o prefeito Alcides Bernal (PP) prevaleceu a discussão sobre projetos em comum e obras que terão impacto no setor da saúde, como a conclusão do Hospital do Trauma e ampliação do Hospital do Câncer. Ambos disseram que vão trabalhar em parceria pelo desenvolvimento de Campo Grande.

Reinaldo ressaltou que entre os projetos em comum está a duplicação da Avenida Euller de Azevedo, em frente ao novo campus da Uems (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul), assim como dar continuidade as ações para conclusão do Hospital do Trauma.

“Neste projeto já estamos na fase final da pactuação com o MPF (Ministério Público Federal), para assinar um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta), dando autorização para terminar a obra, e assim assumindo responsabilidades de erros do passado”.

Sobre a ampliação do Hospital do Câncer, o tucano ressaltou que o governo liberou R$ 1,2 milhão para concluir dois pavimentos e ainda conseguiu emendas parlamentares ao projeto. “Resta nestas duas situações a prefeitura apenas regularizar pagamentos e fazer a manutenção mensal, para que não haja ruptura dos serviços”.

Reinaldo lembrou que a Capital está em gestão plena, mas que foi acordado que todas as ações de saúde serão tomadas em conjunto. “Nossa política é de que a liberação de dinheiro novo, precisa vir com ampliação de serviço”. O tucano ainda convidou Bernal para acompanhar a Caravana da Saúde neste domingo (30), em Nova Andradina. “Pode ser levado para Campo Grande”.

Apoio – Bernal seguiu o mesmo discurso ao dizer que precisa do apoio do governo estadual, principalmente na saúde, já que as finanças do município estão quebradas. “O governador se dispôs a fazer esta parceria e trabalharmos juntos por Campo Grande, independente de partidos, pois temos vários projetos em comum”.

O prefeito ainda citou que conversou com o tucano sobre o repasse do ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços). “Dissemos para olhar com atenção para a cidade que teve queda do repasse e sofremos muito nas gestões anteriores, mas como ele disse números são números, estes serão cumpridos”.

Bernal lembrou que ainda hoje conversa com os professores e recebe de sua equipe os dados da situação financeira, também está confiante em um acordo com os médicos. “Eles já demonstraram o interesse em voltar o atendimento, o que não queremos é quebra da sequência de serviços”.

Marun ainda quer votar relatório da JBS antes de posse no ministério
Na véspera de ser empossado como ministro da Secretaria de Governo, o deputado Carlos Marun (PMDB-MS), relator da Comissão Parlamentar Mista de Inqué...
Senado aprova R$ 1,9 bi a estados para compensar desoneração de exportações
Após suspender a sessão do Congresso Nacional, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), retomou os trabalhos do plenário da Casa com o obj...
Temer discutirá data de votação da reforma da Previdência nesta quinta
O anúncio do líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), de que a votação da proposta de reforma da Previdência ficará para fevereiro causou r...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions