A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

05/10/2013 15:54

Reinaldo Azambuja já busca apoio para 2014 e começa pelo PDT

Zemil Rocha
Deputado Reinaldo Azambuja já ligou para Schimidt para marcar encontro (Foto: arquivo)Deputado Reinaldo Azambuja já ligou para Schimidt para marcar encontro (Foto: arquivo)

O deputado federal Reinaldo Azambuja já começa a buscar apoio de outros partidos políticos para seu projeto eleitoral de 2014, que tanto pode ser candidatura própria ao governo do Estado, quanto para a vaga do Senado. E a primeira reunião efetiva acontece na semana que vem com o comando regional do PDT.

“Reinaldo já me ligou e ficou de ver só questão de agenda para definir o dia da reunião”, informou o presidente regional do PDT, João Leite Schimidt, para quem, o parlamentar tucano já age, ao buscar essa conversação, como pré-candidato a governador. “Acho que teremos mesmo três candidatos, do PT, PMDB e PSDB”, opinou.

Como saiu fortalecido politicamente da eleição para a Prefeitura de Campo Grande, quase tendo chegado ao segundo turno da disputa, Reinaldo Azambuja considera com muito carinho a possibilidade de disputar a sucessão do governador André Puccinelli (PMDB), que já declarou apoio publicamente ao peemedebista Nelsinho Trad. Aliás, informações de bastidores são de que André tem incentivado Reinaldo a seguir esse caminho, já que dessa forma pode ajudar a minar o favoritismo do senador Delcídio do Amaral (PT).

Este, aliás, é o cenário que menos interessa a Delcídio, a pulverização de candidaturas ao governo do Estado. “O pior cenário é ter três candidaturas fortes, do PT, PMDB e PSDB, e outras independentes”, confessou Delcídio recentemente, em entrevista ao Campo Grande News.

Além de Nelsinho e Reinaldo Azambuja, Delcídio poderá enfrentar ainda um candidato do PSB, que prioriza organizar um palanque em Mato Grosso do Sul para a candidatura presidencial do governador pernambucano Eduardo Campos. Aliás, hoje o PSB pode estar filiando a sua opção eleitoral para disputar a sucessão estadual, Tatiana Ujacov.

Tucanos se mobilizando – Os tucanos organizaram nove encontros regionais para discutir o seu programa de governo, o “Pensando MS”. O primeiro deles acontecerá daqui a duas semanas, no dia 19, em Anastácio, abrangendo os municípios de Aquidauana, Bodoquena e Miranda.

Através desses encontros e das pesquisas eleitorais, o PSDB tem a intenção de definir até fevereiro sobre a candidatura de Reinaldo Azambuja. “Vamos ouvir a população até fevereiro para decidir se vamos disputar o governo ou o Senado”, informou o deputado estadual Rinaldo Modesto (PSDB).

Indagado se hoje haveria uma preferência pelo PT, Rinaldo declarou que o PSDB está “conversando com todo mundo e não fechou as portas para ninguém”. Apontou também que quanto ao PT há uma dificuldade nacional, já que este é situação enquanto o PSDB é oposição.

Confirmou ainda que “existe um sentimento de candidatura própria” no PSDB. Ressalvou, porém, que a definição virá com a conclusão do projeto “Pensando MS”.

 

 



É tudo que o André quer ver: Reinaldo candidato, pra enfraquecer Delcidio e o Nelsinho ter alguma chance. Acredito que para o Reinaldo é muito mais vantajoso ir para o Senado e melhor para seus aliados também. Se começarem a ser adversários, eles se enfraquecem. É como foi dito uma vez:
"Todo reino dividido contra si mesmo será arruinado, e toda cidade ou casa dividida contra si mesma não subsistirá." Mt 12:25
 
Paulo Miranda em 06/10/2013 15:27:20
Vai lá, GOVERNADOR REINALDO.
Que o sr. tenha o maior sucesso nessa empreitada. Campo Grande e Mato Grosso do Sul, esta com o Sr.
São os meus mais sinceros votos de felicidades e sucesso.
Manda os adesivos, etc !!!!!
 
Leonardo Araujo de Oliveira em 05/10/2013 16:06:45
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions