A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

18/09/2013 16:20

Relatório da CPI do Calote tem 200 páginas de denúncias contra Bernal

Zemil Rocha
Siufi diz que relatório de 200 páginas foi muito bem elaborado (Foto: arquivo)Siufi diz que relatório de 200 páginas foi "muito bem elaborado" (Foto: arquivo)

O relatório da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Calote, a ser lido amanhã, às 9 horas, na Câmara de Campo Grande, terá 200 páginas recheadas de denuncias decorrentes direta ou indiretamente do seu objeto principal, a inadimplência de fornecedores que prestaram serviços no começo deste ano à gestão do prefeito Alcides Bernal (PP). O relatório, da lavra do vereador Elizeu Dionízio (PSL), é fruto de investigações, requisições documentais, depoimentos e conclusões jurídicas e financeiras que aconteceram durante 105 dias, num trabalho investigativo iniciado no dia 5 de junho.

“São 200 páginas muito bem trabalhadas. O relatório foi muito bem elaborado pelo Elizeu e temos de reconhecer o mérito à equipe que ajudou na elaboração. Desde que iniciou os trabalhos sempre encaminhei tudo que recebi ao relator e não foram todos os documentos solicitados, porque muita coisa que a gente solicitou ao Executivo não veio”, afirmou o presidente da CPI do Calote, Paulo Siufi (PMDB).

Embora não tenha pedido de instalação de Comissão Processante, dada a quantidade de denuncia comprovadas documentalmente e pelas oitivas, o relatório final permitirá que qualquer cidadão campo-grandense, vereador, Ministério Público e Judiciário tomem medidas cabíveis que poderão resultar na cassação do prefeito Alcides Bernal (PP). “Temos a função de elucidar as irregularidades e comprovar. Isso foi feito. Agora qualquer membro da Câmara ou cidadão poderá pedir a abertura de Comissão Processante. Não há necessidade de ser um pedido da própria CPI, até porque se for um vereador que pedir a abertura não poderá participar da votação”, explicou Siufi nesta tarde.

Segundo Otávio Trad, que lerá o documento amanhã junto com o relator Elizeu Dionízio, foram realmente contatas várias ilegalidades. “Teremos amanhã a leitura do relatório com a colocação de todas as ilegalidades e irregularidades constatadas durante a CPI, com suas oitivas e documentos”, confirmou o vereador Otávio Trad, que foi lacônico, porém, quanto a informações sobre o conteúdo do documento. “Não posso antecipar nada agora”, afirmou.

Também integrante da CPI do Calote, o vereador Chiquinho Telles (PSD) considera que a situação mais grave constatada foi “questão das empresas fantasmas”, que só foram criadas ou implantadas em Campo Grande com intuito de ganhar contratos com a Prefeitura de Campo Grande na gestão de Alcides Bernal. Segundo ele, a situação da Salute Distribuidora de Alimentos e da MegaServ certamente ganham destaque no relatório final.

No final de agosto, ao levar denúncias específicas ao Ministério Público, o relator Elizeu Dionízio já dava indicações de que os dois casos mais graves detectados pela CPI do Calote eram mesmo as contratações das empresas Salute e MegaServ. Para pagar os dois contratos que somam R$ 8,7 milhões, Bernal teria utilizado recursos dos ministérios da Educação e da Saúde.

A Salute Distribuídora de Alimentos foi contratada, emergencialmente, para fornecer alimentos para os Centros de Educação Infantil (CEINFs). Apesar de a Salute só ter um capital social de R$ 50 mil, foi aquinhoada com um contrato no valor de R$ 4,3 milhões. Além disso, conforme a CPI apurou, a Salute desistiu de praticar os preços "baratíssimos" apresentados no pregão, quando disputou com outros grupos. Inicialmente a empresa garantiu que forneceria todos os itens por preço baixíssimos, alguns abaixo até do valor de atacado, mas depois de firmar compromisso, voltou atrás e encareceu em até 113% praticamente todos os produtos.

Quanto à empresa Mega Serv, que prestou serviço de limpeza de postos de saúde do município, segundo a CPI, a empresa recebeu R$ 4,4 milhões antecipadamente. A Mega Serv foi detentora até recentemente do serviço de limpeza nos postos de saúde da Capital, tendo firmado contrato emergencial com a Prefeitura de Campo Grande no valor de R$ 4,4 milhões, dia 1º de março, com vigência de 180 dias. O prazo de efetivo serviço prestado venceu em 27 de agosto, mesmo dia em que foi realizado um pregão para contratação por um ano. Nesse pregão a Mega Serv apresentou o menor preço, R$ 769 mil por mês, o que representa deságio de quase 40%. O valor foi questionado pelas concorrentes, que o consideraram “inexequível”. Ainda não houve solução para o pregão.



Eitaa hen que coisa um monte de coisinhas bobas dessas DEIXA O PREFEITO TRABALHAR PO!! Teve que cortar todos contratos antigos ,na saúde gente recebendo e nem trabalhava como ja falaram ai, O lixo nem se fala , tudo empresa de parentes e amigos políticos! Agora o prefeito ta arrumando tudo e so por que fez uns contratos EMERGENCIAIS TÃO FAZENDO TUDO ISSO!! PREFEITO ACREDITAMOS EM VC ! TRABALHEM POR CAMPO GRANDE NÃO EM TENTAR CASSAR O PREFEITO A QUALQUER CUSTO!!!
 
Willian azevedo em 19/09/2013 09:07:54
E o calote de prestação de serviços do Sr. Paulo Siufi, quando será apresentado?
 
João Cunha em 19/09/2013 09:07:01
Deveriam olhar para o próprio umbigo.
 
Orivaldo Mundim em 19/09/2013 08:23:59
E AGORA BERNAL??? COMO O SENHOR VAI DAR EXPLICAÇÃO AO POVÃO QUE VOTOU EM VOCÊ??????
 
ELY MONTEIRO em 19/09/2013 06:07:34
Senhores , antes de pensar em CPI, visitem os postos de saúde , está faltando material básico, as enfermeiras falaram que não tem hipoclorito , o dentista que me atendeu está sem jaleco está usando do ginecologista, não tem papel enxugar a mão, não da gente que usa o posto para os profissionais mesmos está um caos e os senhores pensando em CPI, ATENÇÃO SENHORES DO MINISTÉRIO PÚBLICO , VEREADORES , PREFEITO A POPULAÇÃO ESTÁ SOFRENDO JUNTO COM OS FUNCIONÁRIOS.
 
cesar anderson em 18/09/2013 23:24:42
O presidente da CPI do Calote, Paulo Siufi, recebia e não ia trabalhar. O povo não vai esquecer disso. Podem ler quantas páginas quiserem.
 
Paulo Miranda em 18/09/2013 21:06:54
COM ESSAS BABOSEIRAS NÃO SE CASSA NINGUÉM!
 
clodoaldo lemes de souza em 18/09/2013 18:46:13
Prezado Vereador Eliseu. A pergunta que não quer calar é a seguinte: Você vive alardeando que o mandato eletivo conferido a você pelo povo na realidade pertence à Assembleia de Deus Missões. Pois bem, quem ganharia com a cassação do Bernal? Você lembra que o vice-prefeito é o Sr. Gilmar Olarte? Aquele mesmo que por mesquinhes tentou dividir a igreja presidida por seu pai? Tirou diversos membros de lá? Ora, será que os seus atos é do interesse dos membros das Assembléia de Deus Missões?
 
Elias Tisbita em 18/09/2013 18:41:58
Será que nesses relatórios o Dr. Paulo Siufi encaminhou tambem os relatórios em que o mesmo recebia como médico por 40 horas semanais, e só trabalhava quando bem entendia.Ou isso não é calote?.É como dizia meu avô é o sujo falando do mau lavado.
 
porfiro vilela em 18/09/2013 18:18:09
Depois dos votos do Mensalão, Bernal é peixe pequeno...
Brasil acabou...
 
Antonio Harper em 18/09/2013 17:39:23
Se tivesse feito esta cpi na eleição passada também teriam descoberto um monte de fraudes.
E tenho certeza que o atual prefeito vai se sair dessa.
 
joao batista em 18/09/2013 17:11:33
Se os Vereadores da CPI não vão pedir a CASSAÇÃO do BERNAL é porque eles só querem desgastar a Administração do atual Prefeito. A estrategia destes vereadores de oposição é degastar cada vez mais o BERNAL. Para futuramente o candidato do PMDB ( Nelsinho Trad) fazer comparações da Administração desgastada do Bernal com a administração do Nelsinho. Onde ele ( Nelsinho) vai dizer que na administração dele não tinha estas irregularidades e era armônica com a Câmara Municipal. Se eles cassarem o Bernal vão ter que deixar o seu substituto trabalhar e não vão ter o BERNAL como BODE expiatório para fazer comparações. Abre o olho meu povo. Porque no Governo do Estado os Deputados não fazem cobranças ao Governador?? Pela razão que o Governo tem a maioria dos Deputados aliados. Veja a diferença.
 
Wilds Ovando em 18/09/2013 17:00:55
O CALOTE QUE OS VEREADORES DERAM NO DONO DO PRÉDIO DA CAMARÁ TEM QUANTAS PAGINAS?
 
FABIO DE MELO em 18/09/2013 16:52:29
E quando será formulado um relatório sobre a gestão do Sr. Siufi???
E sua participação na máfia do câncer?? Ou não??
 
ricardo rodrigues em 18/09/2013 16:49:06
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions