A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

13/07/2016 21:32

Rodrigo Maia tem a preferência de deputados do MS em 2º turno na Câmara

Nyelder Rodrigues
O deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) foi o mais votado no primeiro turno da eleição para a presidência da Câmara (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)O deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) foi o mais votado no primeiro turno da eleição para a presidência da Câmara (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

O deputado federal Rodrigo Maia (DEM-RJ) terá o apoio de pelo menos três deputados sul-mato-grossenses na disputa do segundo turno da Câmara Federal, na noite desta quarta-feira (13). No primeiro turno, ele foi o vencedor, com 120 votos, contra 106 de Rogério Rosso (PSD-DF).

Maia também teve confirmados dois votos sul-mato-grossenses no primeiro turno. Dos oitos deputados que representam o Estado em Brasília, a reportagem conseguiu conversar com três deles nesta noite. Um deles é o correligionário Luiz Henrique Mandetta, que acredita que tudo está dentro da expectativa.

"Agora estamos em negociações e buscando apoio. O PR, por exemplo, estava decidindo se iria liberar sua bancada para votar em quem quisesse ou a votação seria em bloco", comenta o Mandetta, que tinha acabado de sair da subsecretaria da Câmara, onde foi cumprimentar o candidato Fernando Giacobo (PR-PR), que ficou em quarto na disputa (ao todo, 14 participaram).

Outro que a reportagem conseguiu conversar foi o tucano Geraldo Resende, que confirmou seu voto em Maia no primeiro turno e também no segundo, seguindo orientação do partido (PSDB, DEM, PPS e PSB) formaram a base de apoio ao democrata. "Era o que tomo mundo esperava, já que o Marcelo Castro (PMDB-PI) representa o antigo Governo", comenta Resende.

Castro, apoiado pelo PT na disputa, contou com o voto de Dagoberto Nogueira (PDT) no primeiro turno. Já para o segundo turno, Nogueira promete voto em Rodrigo Maia. "Voto em qualquer um, menos no candidato do Cunha", comenta o deputado, se referindo ao ex-presidente da Casa, que renunciou ao cargo, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e o candidato Rogério Rosso.

A reportagem não conseguiu contato com Tereza Cristina (PSB), Carlos Marun (PMDB), Elizeu Dionizio (PSDB), Vander Loubet (PT) e Zeca do PT. A orientação dos partidos de Tereza e Elizeu era de voto em Maia, enquanto que Zeca e Vander tinha orientação para votar em Castro. A tendência era que Marun, que apoiava Cunha, votasse em Rosso.

Diretor da PF entrega ao STF relatório de investigação sobre ministros
O diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia, entregou hoje (15) à ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), um re...
TRE realiza plantão para cadastramento biométrico neste sábado na Capital
O TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) realiza neste sábado mais um plantão para atender eleitores de Campo Grande que ainda nã...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions