A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 24 de Agosto de 2017

06/11/2013 12:34

Saraiva afirma que indefinição sobre saída de Freire desvaloriza servidor

Kleber Clajus
Vereador defende demissão de Freire para não desvalorizar servidor público (Foto: Kleber Clajus)Vereador defende demissão de Freire para não desvalorizar servidor público (Foto: Kleber Clajus)

O vereador e líder da oposição, Airton Saraiva (DEM), afirma que a indefinição da continuidade do secretário Municipal de Receita, Gustavo Freire, desvaloriza os servidores públicos de Campo Grande, uma vez que foi demitido por improbidade administrativa pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega. Para o prefeito Alcides Bernal (PP), o secretário continua no cargo até segunda ordem.

“O Bernal desvaloriza os bons funcionários ao manter o Freire. Eles estão constrangidos de ser liderados por um funcionário demitido por improbidade administrativa”, pontua Saraiva que estranha o posicionamento do PT em não apoiar decisão do ministro do próprio partido, exceto pelo vereador Zeca do PT.

Sobre a escolha de Pedro Chaves para a Segov (Secretaria Municipal de Governo), Saraiva reconhece que a “escolha não foi boa, porque não somou em nada”.

“O Athayde Nery tentou salvar Campo Grande, mas o prefeito não teve sensibilidade com PPS. Convidou e desconvidou. Não estou entendendo o problema do Bernal em colocar alguém que não é ligado a Câmara”, ressalta o democrata.

Saraiva também aponta para uma mudança do discurso da “questão Bernal” para “como tirar a cidade do buraco e que caminha para um colapso”.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions