A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

16/02/2016 13:09

Secretário boicota prévias convocadas por Resende, mas continua pré-candidato

Sebastião Nogueira informou ao Campo Grande News que não vai participar da escolha do pré-candidato do PMDB marcada para 5 de março e diz que momento oportuno para a disputa é a convenção

Helio de Freitas, de Dourados
Sebastião Nogueira diz que legalmente PMDB não pode negar seu direito de disputar convenção (Foto: Arquivo)Sebastião Nogueira diz que legalmente PMDB não pode negar seu direito de disputar convenção (Foto: Arquivo)

Os planos do deputado federal Geraldo Resende, de antecipar para março a escolha do pré-candidato do PMDB à Prefeitura de Dourados nas eleições de 2016, terão uma reviravolta. O secretário municipal de Saúde Sebastião Nogueira, que disputa como Geraldo a indicação da legenda, decidiu boicotar as prévias marcadas para 5 de março e quer adiar a decisão para a convenção, que neste ano será realizada de 20 de julho a 5 de agosto.

Ao Campo Grande News, Sebastião Nogueira informou hoje (16) que não vai mais disputar as prévias agendadas para daqui a 18 dias, mas garantiu que continua pré-candidato. Segundo ele, legalmente o PMDB não pode negar seu direito de disputar a convenção, estabelecida pela lei eleitoral para definir os candidatos.

Na sexta-feira, o empresário Antonio Nogueira, defensor da candidatura do secretário de Saúde, tinha informado que Sebastião já contava com o voto de pelo menos 15 dos 45 membros do diretório que votariam nas prévias. Entretanto, com a decisão de Sebastião Nogueira, a pré-convenção não deve ocorrer.

“O Geraldo [Resende] e seu grupo alegam que minha pré-candidatura é somente para dividir o PMDB, mas penso que essa é apenas uma desculpa que ele precisa para mudar de partido. Não serei motivo para isso”, afirmou Sebastião Nogueira.

Recentemente surgiram boatos de que Geraldo Resende poderia deixar o PMDB na janela de troca partidária que será aberta em março pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) caso não fosse escolhido como o nome do partido para disputar a prefeitura.

A especulação era de que ele poderia migrar para o PSDB, mas o governador Reinaldo Azambuja negou o convite. Geraldo descartou a possível troca de partido.

Na convenção – Sebastião Nogueira afirmou que sua decisão de não participar das prévias do dia 5 não muda a condição de pré-candidato. “Tenho a opção legal para disputar no momento oportuno, que é a convenção. Meu objetivo é manter a unidade do partido e que ele tenha um candidato com real possibilidade de se eleger prefeito”, afirmou o secretário de Saúde, que já foi deputado estadual e vice-prefeito de Dourados.

Segundo ele, Geraldo Resende “tem procurado a opção de deixar o PMDB”, mas agora não terá mais motivo para isso. “Dentro da ótica do Geraldo e seus funcionários, qualquer alternativa de outra candidatura é só para dividir. Ninguém mais tem esse direito. É só ele”.

A assessoria de Geraldo Resende foi procurada no período da manhã para um posicionamento do deputado sobre as palavras de Sebastião Nogueira, mas até 13h não havia se manifestado.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions