A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 22 de Abril de 2018

30/03/2017 12:12

Seminário discute deveres e polêmicas no trabalho dos vereadores

Entre os temas está o controle interno e pagamento de diárias

Leonardo Rocha
Encontro de vereadores teve a participação do governador Reinaldo Azambuja e da vice, Rose Modesto (Foto: Renata Volpe)Encontro de vereadores teve a participação do governador Reinaldo Azambuja e da vice, Rose Modesto (Foto: Renata Volpe)

O 2° seminário da UCV-MS (União das Câmaras de Vereadores de Mato Grosso do Sul), que teve início nesta manhã (30), no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo, vai discutir temas polêmicos sobre o trabalho dos vereadores, como pagamento de diárias, assim como projetos voltados a áreas importantes, como saúde e educação.

O presidente da entidade, o vereador Jeovane Vieira (PSD), ressaltou que o encontro terá palestras, debates e também articulação para projetos, que garantam os direitos do legislativo municipal.

"Existem muitas polêmicas, por exemplo, que o vereador não pode buscar recursos aos municípios, porque não se trata da sua função, assim como pagamento de diárias", disse ele.

Entre os palestrantes estará o presidente do Hospital do Câncer de Barretos, Henrique Prata, que irá falar sobre a necessidade de projetos, que tentam viabilizar campanhas e recursos para prevenção e tratamento do câncer. "É um tema muito importante, que deve ser debatido nas cidades, inclusive com propostas efetivas", pontuou Vieira.

Nesta tarde, o professor e auditor do TCE-MS (Tribunal de Contas Estadual, Herbert Covre Lino Simã, vai falar da necessidade do controle interno nas câmaras municipais, assim como o papel dos vereadores na fiscalização dos prefeitos e secretários.

Na sexta-feira (31), durante a manhã, será a vez do senador Pedro Chaves (PSC) falar sobre os direitos dos vereadores, justamente sobre temas como busca de recursos, assim como diárias pagas aos parlamentares, quando viajam para fora dos municípios. "Vamos propor a ele a criação de uma PEC que trate do assunto no Senado", explicou Jeovane.

Função - Convidado para a abertura, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) ressaltou que os vereadores são importantes para a evolução da cidade, pois tem "sintonia direta" com a população. "O cidadão bate na porta do vereador e não do prefeito, existe hoje uma criminalização da política, o que é vão é a verdade, já que os corruptos e ladrões são a minoria".

Reinaldo salientou que os vereadores precisam ser unidos e estar atentos às prioridades da sociedade. "Tem aqueles que dizem que não se precisa do legislativo, o que é um equívoco, são essenciais ao poder público, tanto que recebo pedidos não apenas dos prefeitos, mas também dos vereadores, pois nem sempre são questões iguais".

Eleição - Após o término do seminário, os vereadores vão realizar amanhã (31), a partir das 12h, a eleição do novo presidente da UCV-MS. O atual comandante, Jeovânio Vieira, busca a reeleição, em disputa contra o vereador de Bandeirantes, Jair Pereira (PSB).

O vencedor ficará a frente da entidade por mais quatro anos. Estão aptos a participar do pleito 54 câmaras municipais de Mato Grosso do Sul, filiadas a instituição, tendo aproximadamente 600 eleitores. "Se eu for eleito, vou reduzir o mandato para apenas 2 anos, e acabar com a reeleição, para ser algo mais democrático", disse Pereira.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions