A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 20 de Março de 2019

31/10/2018 13:25

Sendo minoria, PT quer formar bloco com outros partidos na Assembleia

Bancada petista se reduziu pela metade na última eleição, tendo agora apenas dois representantes

Leonardo Rocha
Deputados Pedro Kemp (PT) e Cabo Almi (PT), durante sessão (Foto: Victor Chileno/ALMS)Deputados Pedro Kemp (PT) e Cabo Almi (PT), durante sessão (Foto: Victor Chileno/ALMS)

Com minoria na Assembleia, a bancada do PT tem a intenção de formar um bloco com outros partidos, para buscar “espaço” político na Assembleia, com a indicação de nomes nas comissões, grupos de trabalho e até quem sabe manter um cargo na mesa diretora. Atualmente o partido conta com a segunda secretária da Casa de Leis.

A bancada do PT era a terceira maior da Assembleia, com quatro representantes, ficando atrás apenas do PSDB e MDB. Com esta conjuntura, tinha direito de indicar um representante em todas as comissões, assim como em eventuais CPIs (Comissão Parlamentar de Inquérito) e fazia parte da mesa diretora. No entanto as eleições deste ano, reduziu o partido pela metade.

O PT vai contar agora com apenas dois deputados: Pedro Kemp e Cabo Almi. Eles entendem que com o legislativo “fragmentado”, dispondo de 12 partidos com representantes para o ano que vem, a melhor forma de “buscar espaço” é formando um bloco, com outras legendas.

“Teremos que buscar esta alternativa, para formar um grupo que possa indicar representantes nas comissões e trabalhos da Casa de Leis. Assim que formar esta nova legislatura, vamos tentar estas alianças, para fazermos parte dos trabalhos, além dos próprios mandatos”, adiantou Cabo Almi (PT).

Alternativa -  Kemp também reconheceu que esta “alternativa” precisa ser viabilizada, para que a bancada do PT não fique fora das comissões do legislativo. “Temos esta intenção, mas teremos que esperar para conhecer os novos deputados e os partidos que vão chegar. Se houver esta sintonia, iremos tentar formar este bloco”.

O atual quadro de deputados tem representantes de sete partidos, no entanto a partir do ano que vem este número sobe para 12 legendas. Algumas siglas que não tinham representantes como PTB, PP, PSL, PRB, PDT e PR, voltam a ocupar cadeiras na Assembleia. A maior bancada continua com os tucanos com cinco parlamentares, seguida pelo MDB com três.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions