A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Agosto de 2017

07/02/2017 12:50

Servidor que cumpre as obrigações será valorizado na reforma, diz Mochi

Projeto será apresentado na semana que vem na Assembleia

Leonardo Rocha
Junior Mochi diz que projeto da reforma interna da Assembleia irá ficar para semana que vem (Foto: Assessoria/ALMS)Junior Mochi diz que projeto da reforma interna da Assembleia irá ficar para semana que vem (Foto: Assessoria/ALMS)

O projeto da reforma administrativa da Assembleia não foi apresentado nesta terça-feira (07), como havia sido prometido, pelo presidente Junior Mochi (PMDB). Ele explicou que ainda faltam alguns detalhes e o texto deve ser divulgado na semana que vem. Também declarou que estas mudanças vão favorecer os servidores que "cumpre bem suas obrigações".

"Faremos a redução dos cargos comissionados e diminuição das nomenclaturas, o servidor que cumpre bem suas obrigações, que trabalha direito vai ficar e será valorizado, cada setor e diretoria fará a sua devida avaliação", disse o presidente.

Mochi ressaltou que vai viajar amanhã (08) para Cascavel (PR), onde participa da reunião do Codesul, e deve se reunir novamente com os deputados na quinta-feira (09), para acertar os últimos detalhes. "Temos que produzir um material que vai funcionar na prática".

O presidente ressaltou que além de exonerar várias funções, vai ser definido as jornadas de trabalho para o período da manhã e tarde, assim como horários especiais. "Iremos diminuir as nomenclaturas de 52 para 10, assim como chamar os aprovados do concurso, depois da reforma definida".

Mochi já anunciou que haverá o corte de 25% dos cargos comissionados da Assembleia, tendo o mesmo percentual na redução de despesas na Casa de Leis. A expectativa da direção é conseguir uma economia de R$ 300 mil ao mês e R$ 4 milhões no ano. Das 230 funcões, a intenção é diminuir para 170.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions