ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, DOMINGO  26    CAMPO GRANDE 15º

Política

Simone Tebet diz que espera apoio do PSDB e ida ao 2º turno à Presidência

Tucanos convenceram Doria a desistir e Cidadania já anunciou que apoiará senadora

Por Adriel Mattos | 25/05/2022 11:01
Simone concedeu entrevista coletiva após receber apoio do Cidadania e mais apoio do MDB. (Foto: Reprodução/CNN Brasil)
Simone concedeu entrevista coletiva após receber apoio do Cidadania e mais apoio do MDB. (Foto: Reprodução/CNN Brasil)

Um dia depois de ser novamente confirmada como pré-candidata do MDB à Presidência da República, a senadora Simone Tebet (MS) afirmou na manhã desta quarta-feira (25) que conta com o apoio do PSDB, que teve a desistência do ex-governador paulista João Doria. O Cidadania já anunciou que apoiará a sul-mato-grossense.

“O Brasil clama pelo centro democrático, e o MDB grita ‘presente!’. Tendo o Cidadania ao nosso lado, eu não tenho dúvidas que, em breve, o PSDB se juntará a nós”, declarou em entrevista coletiva à imprensa.

Simone lembrou de sua trajetória no Estado, incluindo sua participação em movimentos políticos e a carreira como professora.

“Tenho 35 anos de vida pública. Estava presente nas Diretas Já, no movimento da Constituinte, dos Caras-Pintadas. Como professora de Direito Público, ensinei como se administra um município, um estado e um país. Assim descobri minha vocação, fui deputada estadual, prefeita, vice-governadora e senadora. Tive a oportunidade de implementar políticas públicas essenciais à população e regulamentar direitos fundamentais dos brasileiros”, rememorou.

Sem citar nomes, a senadora criticou a polarização entre o presidente Jair Bolsonaro (PL) e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e disse acreditar que tirará um dos dois do segundo turno.

“O País passa fome, enquanto muitos morrem de medo da violência, do desemprego e da inflação, que corrói os salários. O centro democrático vem se apresentar com o jeito certo de governar, que não é esse que está aí. Estou preparada e tenho fé em Deus que lograremos êxito em chegar ao segundo turno e que o centro vai ganhar”, concluiu.

Afunilamento – Postulante do PSDB, Doria desistiu de sua pré-candidatura, abrindo caminho para que Simone seja apoiada pelos tucanos. O MDB, o Cidadania e o PSDB firmaram acordo para lançar uma única candidatura pela chamada terceira via.

Doria já era rejeitado dentro do próprio PSDB, e uma pesquisa interna encomendada pelos três partidos, confirmou que os tucanos já viam: o ex-governador tem uma rejeição maior que Simone. Ele não revelou se tem planos para disputar outros cargos.

O PSDB adiou uma reunião para encaminhará a posição perante ao plano da terceira via, postergando o anúncio dos partidos para 2 de junho. Mesmo assim, o Cidadania confirmou que apoiará Simone e na terça-feira (24), o MDB referendou a pré-candidatura da senadora.

Nos siga no Google Notícias