A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

14/05/2013 21:55

TJ pede criação de novos cargos comissionados e de confiança

Nyelder Rodrigues

Foi enviado pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJ-MS) à Assembleia Legislativa uma proposta de criação de cargos e funções, e mudanças no plano de cargos, carreira e remuneração do poder judiciário.

Os dois novos cargos em comissão seriam o de assessor de inteligência e assessor de cerimonial, enquanto os cargos de confiança seriam de ajudante de ordem, adjunto da Assessoria Militar e assistente de inteligência.

De acordo com o projeto, os novos servidores deverão integrar a estrutura funcional da Secretaria do Tribunal de Justiça. As despesas da criação dos cargos ficariam por conta de dotação orçamentária do próprio TJ, e seriam acrescidos valores apenas se necessário e até o limite especificado pela lei complementar federal 101, de 4 de maio de 2000.

O TJ explica que o assessor de cerimonial é necessário dentro de uma reestruturação do setor de cerimonial, por causa do grande volume de eventos realizados pelo tribunal, enquanto os outros cargos seriam importantes para apoiar projeto de fortalecimento do contingente de pessoal da Assessoria de Inteligência Militar.

Assembleia vota Orçamento de R$ 14,4 bilhões de 2018 na terça-feira
O Orçamento de R$ 14,4 bilhões do Governo de Mato Grosso do Sul para 2018 passará pela votação em segunda discussão na terça-feira (19) na Assembleia...
Temer diz que adiamento da reforma da Previdência foi 'ótimo' para ganhar votos
O presidente Michel Temer procurou mostrar otimismo ao falar sobre a reforma da Previdência ao dar posse ao deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) c...


Mas que vergonha, estão querendo fechar comarcas que trabalham pra caramba e aí vem com essa de "cabide de emprego"? Porque é isso que acontece, QUE VERGONHA, este é o meu Estado, por favor, organizem essa bagunça. Estamos de olho.
 
sandra bonilha em 15/05/2013 23:39:03
Temos os políticos que merecemos! Lembremos disso nas próximas eleições!
 
Laudelina Alves de Queiroz Leite em 15/05/2013 15:50:37
Ué, não estão sendo fechadas comarcas e foi mudado o horário de atendimento ao público como forma de contenção de despesas???
 
ricardo rodrigues em 15/05/2013 08:53:53
Novos cargos e acomodação dos parentes ou seja troca de favores entre os poderes pra disfarça perante a população neopotismo disfarçado.
 
ada maria ruiz em 15/05/2013 08:14:13
Isso mesmo TJ. Organização do quadro de pessoal e valorização dos seus. Parabéns! Quanto ao Sistema Penitenciário há dez anos aguarda uma regularização do quadro para promoção e até hoje só vãs promessas do governo. E uma lei capenga - PCC da Carreira Segurança Penitenciária -Lei 2.518/02 que urgentemente precisa ser consertada e mais uma vez um "aguarde até abril de 2014".
SOS governantes e legisladores!
 
Fátima Moreno em 15/05/2013 06:09:09
Ao invés do TJ criar novos cargos, deveria regularizar a situação de funcionários que estão trabalhando de forma vergonhosa e irregular devido o TJ alegar não ter dinheiro para tao regularização. É UM ABSURDO CRIAR NOVOS CARGOS COMISSIONADOS QUE GANHAM MAIS E QUE GERALMENTE NÃO É APROVEITADO O SERVIDOR QUE RALOU PARA PASSAR EM UM CONCURSO.ME PARECE QUE NADA NO NOSSO BRASIL FUNCIONA BEM....... DE OLHO NO TJ-MS............
 
clayton anderson da silva em 15/05/2013 01:19:15
Até no TJ a máfia dos comissionados????????????????????
BRASIL: PAÍS ONDE AS PESSOAS RIEM DE MIM QUANDO DIGO QUE SOU HONESTO!
 
João do Carmo em 14/05/2013 23:39:54
Cabide de emprego. Não estão fechando comarca porque estão sem dinheiro? Deixam de chamar analistas do concurso para arrumar cargos comissionados. Coloquem analistas no cerimonial. Isso é uma vergonha, essa atual Administração está contrariando totalmente o CNJ.
 
Rafael Santos em 14/05/2013 23:08:16
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions