ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, QUINTA  22    CAMPO GRANDE 29º

Política

Trabalho desenvolvido no governo será minha credencial, diz Miglioli

Ex-secretário estadual é pré-candidato tucano ao Senado

Leonardo Rocha | 30/06/2018 12:48
Ex-secretário e pré-candidato ao Senado, Marcelo Miglioli, durante evento no PSDB (Foto: Saul Schramm)
Ex-secretário e pré-candidato ao Senado, Marcelo Miglioli, durante evento no PSDB (Foto: Saul Schramm)

O ex-secretário e pré-candidato ao Senado, Marcelo Miglioli, disse que para conseguir o apoio do partido e depois dos eleitores, vai focar no seu trabalho desenvolvido em três anos e três meses de serviço público, quanto tocou as obras de infraestrutura e logística em Mato Grosso do Sul, pelo governo estadual.

“Tenho um trabalho desenvolvido dentro do Estado e nos municípios, que apesar de pouco tempo (3 anos e 3 meses) já deixa um currículo para o partido e depois aos eleitores, que poderão conferir e verificar se somos merecedores do apoio”, disse Miglioli, durante evento do PSDB, que contou com a presença de Geraldo Alckmin (PSDB).

Miglioli disse que começou sua pré-campanha na cidade de Jardim, depois passou por diferentes regiões do Estado, entre eles Amambai, Rio Verde e o próximo será região do Bolsão. “Combinamos que após a saída iríamos levar nosso nome, apresentar os projetos e acreditar no trabalho que desenvolvemos”.

Sobre as vagas de Senado dentro do partido, o pré-candidato ressaltou que caberá a direção tucana definir quem serão os dois nomes nas convenções, seguindo as devidas alianças. “Nosso nome está colocado e estamos em campo, mas sem pensar de forma individual e sim coletiva. Vamos aceitar o que o grupo político decidir”.

Ele falou que a discussão de vários nomes na chapa tucana, mostra que o partido está forte e tem muitos interessados em fazer parte do projeto. “Nós precisamos agora dar exemplo de união e não provocar qualquer disputa interna, entendo que nesta hora vale quanto você pesa, quanto contribui para o projeto”.

Nos siga no Google Notícias