A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

02/06/2011 21:22

TSE abre brecha para político que quiser se filiar ao PSD

Paulo Fernandes

Ao responder uma consulta do deputado federal Guilherme Campos (DEM-SP), o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) criou nesta quinta-feira uma janela possibilitando que políticos migrem para um novo partido em até 30 dias, a contar de sua criação, sem que corram risco de perder o mandato.

A medida beneficia diretamente o PSD, sigla criada pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), e que apesar de ainda estar em processo de formação, em Mato Grosso do Sul tem o empresário Antonio João Hugo Rodrigues no comando.

Em decisão unânime, os ministros do TSE consideraram que um político que migrar a uma nova sigla "estará acobertado pela justa causa para se desfiliar da legenda pela qual foi eleito".

A resolução do tribunal que definiu as regras da fidelidade partidária, editada em 2007, estabeleceu três exceções para a troca de partidos: perseguição, mudança ideológica da legenda e a mudança para um novo partido.

Segundo a Folha.com, o PSD já fez o registro civil em cartório, mas ainda não teve o registro aprovado pelo TSE.

Governo do Estado investe R$ 9,2 milhões em infraestrutura em Caracol
Caracol vai receber mais de R$ 2,8 milhões em obras a serem executadas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e deputados federais e est...
Assembleia vota Orçamento de R$ 14,4 bilhões de 2018 na terça-feira
O Orçamento de R$ 14,4 bilhões do Governo de Mato Grosso do Sul para 2018 passará pela votação em segunda discussão na terça-feira (19) na Assembleia...


eu,acho que isto é democracia uma vez a criação de um partido novo que abra esta possibilidade para que os politicos troque de legenda sem ter perda de mandato,
 
joão francisco de andrade em 03/06/2011 09:38:08
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions